ÁUDIOS
Globo em Foco - Peperi - AM

Globo em Foco sábado 29 08 2020

-TRIBUNAL SUPERIOR ELEITORAL AMPLIA HORÁRIO DE VOTAÇÃO EM UMA HORA

-HOMICÍDIOS EM SANTA CATARINA TEM QUEDA DE 21 POR CENTO EM 2018

-CARTÓRIO USA WHATSAPP PARA CONVIDAR ELEITORES A TRABALHAR COMO MESÁRIOS

-FALTA DE PRODUTOS E AUMENTO DA PROCURA ELEVA PREÇOS DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

-MUNICÍPIO ABRE 29 PROCESSOS CONTRA PESSOAS QUE NÃO CUMPRIRAM DECRETOS DA COVID

-POLÍCIA PRENDE DOIS HOMENS CONDENADOS PELA JUSTIÇA NA FRONTEIRA

-MOTORISTA COLIDE EM VEÍCULO ESTACIONADO E FOGE DEPOIS DO ACIDENTE

O tempo é de..... A previsão para as próximas horas é de sol. A temperatura pode chegar a 34 graus. A mínima das últimas horas foi de 15 graus

De acordo com o Banco Central, o dólar está cotado a cinco reais e 44 centavos. O euro está valendo seis reais e 48 centavos. Já o peso argentino está cotado a sete centavos.

O Reino Unido anunciou, nesta sexta-feira, medidas que permitem à agência reguladora do país aprovar o uso emergencial de uma vacina contra a Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Haverá um período de consulta com especialistas em saúde pública de três semanas e as regras poderão entrar em vigor em outubro. Com as medidas, a agência regulatória do país poderá conceder a autorização temporária de uso de uma vacina se ela for descoberta antes de 2021, desde que ela se prove segura. Isso tornará possível que as pessoas recebam a vacina ao longo do processo de licenciamento.

A presidente interina da Bolívia, JEANINE ÁÑEZ, disse nesta sexta-feira que o ex-presidente EVO MORALES deve responder pelo "horror" do suposto abuso sexual de menores denunciado por seu governo. O Ministério da Justiça boliviano apresentou na quinta-feira da semana passada uma denúncia criminal contra MORALES por estupro e tráfico de pessoas, na qual é acusado de manter relação com uma menor de idade. O ex-presidente está refugiado na Argentina desde o fim de 2019.

Milhares de pessoas se reuniram nesta sexta-feira em Washington para uma grande marcha contra o racismo, no aniversário da marcha de 1963, quando o líder dos direitos civis MARTIN LUTHER KING JR. fez seu histórico discurso "Eu tenho um sonho". Ativistas e políticos discursaram antes do início da marcha e a candidata democrata à vice-presidência, KAMALA HARRIS compareceu em um vídeo gravado. Muitos dos discursos relembraram a trajetória de JOHN LEWIS, pioneiro do combate ao racismo nos Estados Unidos, morto no mês passado.

Sem acordo entre funcionários e empresa, a greve nos Correios irá a julgamento. De acordo com a assessoria do Tribunal Superior do Trabalho, o processo será relatado pela ministra KÁTIA ARRUDA, que integra a Seção Especializada em Dissídios Coletivos. Ainda não há data para o julgamento. Segundo o TST, nestas quarta e quinta, houve reuniões no tribunal entre representantes dos trabalhadores e dos Correios, mas não houve acordo para a suspensão da paralisação. A paralisação dos trabalhadores dos Correios começou no último dia 17. A categoria é contra a privatização da estatal, reclama do que chama de “negligência com a saúde dos trabalhadores” na pandemia e pede que direitos trabalhistas sejam garantidos.

O Tribunal Superior Eleitoral concluiu nesta sexta-feira o teste público de segurança do sistema de votação que será utilizado nas eleições municipais deste ano. De acordo com o tribunal, o sistema está pronto para ser colocado em operação. O primeiro turno deve ser realizado em 15 de novembro, após um adiamento motivado pela pandemia do coronavírus. Mais cedo, o TSE informou que o horário de votação será ampliado na tentativa de reduzir filas e aglomerações nos locais. Os eleitores poderão votar entre sete da manhã e cinco da tarde. Em outros anos, as eleições começavam às oito. O período entre sete e 10 será preferencial para eleitores acima de 60 anos, que fazem parte do grupo de risco para o coronavírus.

O ministro do Supremo Tribunal Federal ALEXANDRE DE MORAES autorizou, nesta sexta-feira, a retomada da tramitação do processo de impeachment do governador afastado do Rio de Janeiro, WILSON WITZEL. MORAES, que é relator do processo, revogou uma decisão do presidente do STF, DIAS TOFFOLI, que havia determinado que a Assembleia Legislativa do Rio formasse uma nova comissão especial para julgar o caso. WITZEL é investigado por supostas irregularidades na contratação de hospitais de campanha, respiradores e medicamentos. A apuração indicou suposto recebimento de 554 mil em propina. Ontem, ele foi afastado do cargo por decisão do STJ.

Santa Catarina teve queda de 21 por cento no número de homicídios entre 2017 e 2018, de acordo com o Atlas da Violência 2020, divulgado nesta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. O número de assassinatos passou de mil e 66 em 2017 para 843 no ano seguinte. Com essa redução, o indicador voltou ao patamar próximo do que o Estado havia registrado em 2013. Foi a primeira queda depois de quatro anos de alta nas mortes segundo o levantamento. O Atlas da Violência traz dados até 2018 atualizados com base no sistema de mortalidade do Ministério da Saúde. Apesar da redução expressiva no último ano analisado pelo documento, o Estado ainda acumula uma alta de cinco por cento no número de homicídios no período dos últimos 10 anos analisados. Santa Catarina registrava 802 homicídios em 2008 e, uma década depois, somou 843.

A Secretaria da Saúde de Santa Catarina publicou no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira alterações na portaria número que enumera as medidas de prevenção ao contágio do coronavírus a serem tomadas pelas regiões de acordo com a classificação de cada uma no mapa de risco. As alterações feitas pelo governo autorizam algumas atividades em cada classificação, desde que sigam as normas sanitárias já publicadas em outras portarias. Antes, os horários de funcionamento desses estabelecimentos eram determinados pelos municípios, o que foi criticado pelo Ministério Público e pela própria Justiça. As alterações da portaria começaram a valer a partir da publicação no Diário Oficial do Estado.

A Justiça Federal determinou que a Celesc e a Aneel expliquem o aumento nas contas de luz no estado, que entrou em vigor há uma semana. A decisão de quinta-feira dá prazo de 72 horas para que os dois órgãos se manifestem antes de ser decidir o pedido judicial da Procuradoria Geral do Estado pela suspensão do reajuste. A ação pede que a Justiça suspenda a resolução da Aneel, autorizando o reajuste da tarifa de luz, e que a Celesc não aplique os novos valores sobre as contas dos consumidores. Em caso de descumprimento, o pedido é para que a Aneel e a Celesc sejam multadas em um milhão de reais.

A quinta edição do tradicional Acampamento Farrapo não será realizada neste ano em São Miguel do Oeste. A informação é do patrão do grupo de cavalarianos do Centro de Tradição Gaúchas do município, IVANOR KOCHHANN. Conforme ele, a programação sempre ocorre durante o mês de setembro, porém, neste ano o evento teve que ser cancelado visto à pandemia causada pela Covid-19 que proíbe eventos e aglomerações de qualquer natureza. Segundo ele, diante disso, todas as atividades que seriam realizadas na sede campeira da Linha Gramadinho estão suspensas para esse ano de 2020.

O objetivo com a suspensão de todas as atividades na sede campeira do CTG Porteira Aberta é evitar o contágio da Covid-19. A afirmação é do patrão do grupo de cavalarianos do Centro de Tradição Gaúchas de São Miguel do Oeste, IVANOR KOCHHANN. De acordo com ele, o objetivo também é não expor nenhum integrante do grupo ao novo vírus. Ele destacou que atualmente são permitidas apenas visitas de pessoas que possuem animais no local. IVANOR revelou porém que essas visitas acontecem seguindo todas as orientações dos órgãos de Saúde.

As atividades na Sede Campeira da Linha Gramadinho só serão retomadas após o término ou controle da pandemia da Covid-19. A declaração é do patrão do grupo de cavalarianos do CTG Porteira Aberta de São Miguel do Oeste, IVANOR KOCHHANN. Ele revelou que antes disso nenhuma atividade será permitida no local. Ele comentou que caso haja a liberação de eventos ainda em 2020 a possibilidade de um almoço antes do final do ano na sede campeira não está descartado. Ele disse, porém, que tudo vai depender do avanço ou não da doença no município. IVANOR KOCHHANN lembrou ainda que as perdas com esses cancelamentos são enormes, tanto na parte social da entidade quanto na parte financeira.

O Peperi Debates deste final de semana discutiu o problema do déficit habitacional e porque parece ser tão difícil sair do aluguel. O debate também avaliou o novo programa de habitação lançado nesta semana. O Casa verde e amarela vai substituir o Minha Casa Minha Vida. O Peperi Debates deste sábado reuniu o vice-presidente da Fiesc, ASTOR KIST, o presidente do Sindicato da Construção Civil, FERNANDO TOFFOLI e o economista com mais de 30 anos de atuação no sistema bancária, RILDO LAZAROTTO. O programa, ao vivo, começa as oito horas da manhã na Peperi.

A questão habitacional é, acima de tudo, de ordem social. Trata-se de uma necessidade básica do homem. A afirmação é do vice-presidente da Fiesc e empresário da construção civil, ASTOR KIST. Ele disse que desde 1964 o Brasil conta com um sistema financeiro da habitação para garantir esse direito para as famílias. Para ASTOR, o Minha Casa Minha Vida resolveu o problema da falta de moradia de milhares de pessoas e o Casa Verde e Amarela significa uma avanço em termos de políticas públicas para a habitação. Ele comentou que a região tem uma realidade privilegiada, com menos problemas habitacionais do que outros pontos do pais. KIST comentou que a solução do déficit habitacional passa pelo aumento de renda das famílias que, muitas vezes, não tem dinheiro para bancar as necessidades básicas einvestir na construção ou compra da casa própria. Ele disse que 50 por cento da população ganha até dois salários mínimos e por isso é fundamental uma política habitacional séria no país.

A desigualdade social e financeira da população brasileira são as principais explicações para o problema do déficit habitacional no país. A observação é do presidente do Sindicato da Construção Civil, FERNANDO TOFOLI. Ele comentou que a região é diferente nessa área e que o problema ainda é muito sério no país. Na visão de TOFOLI, as políticas públicas na área da habitação são fundamentais para reduzir o déficit habitacional e também para movimentar a economia. Ele afirmou que a injeção de recursos na habitação gera empregos, faz o dinheiro circular e cria um espécie de círculo virtuoso que acaba por melhorar as condições gerais para que as famílias tenham mais renda para investir na casa própria. TOFOLI entende que o novo programa habitacional do governo federal terá impactos positivos também na região.

O Brasil teve um processo de urbanização muito rápido, onde milhões de pessoas migraram para as grandes cidades em cerca de 20 anos. Esse movimento não foi acompanhado por políticas públicas na área habitacional, o que levou as pessoas a ocuparem moradias precárias. Na outra ponta do problema, existe a questão da renda per capita baixa, o que é um grande limitador para a construção ou compra da casa própria. A análise foi feita no Peperi Debates pelo economista RILDO LAZAROTTO. Ele citou que a falta de moradias adequadas e dignas é de ordem econômica e social. O economista ressaltou que o acesso à habitação é um direito fundamental, garantido pela constituição e pela declaração universal dos direitos humanos, mas que não é garantido a todos. Ele defendeu um programa com subsídios púbicos de 50 por cento para a construção de novas moradias no país.

A construção civil está aquecida mesmo com as dificuldades geradas pela pandemia do coronavírus. A afirmação é do vice-presidente do Sinduscon, ELIAS LUNARDI. De acordo com ele, o volume de alvarás emitidos pela prefeitura de São Miguel do Oeste teve alta de dez por cento no primeiro semestre deste ano na comparação com os primeiros seis meses do ano passado. Nos últimos dois anos, o crescimento na concessão de alvarás foi de 20 por cento. ELIAS disse que o município e a região registram aumento na procura por imóveis e por novas construções. No Brasil, o setor registrou uma queda de dois vírgula dois por cento no primeiro semestre deste ano. Ele ressaltou que os resultados não são tão ruins quanto se projetava no começo da pandemia.

O setor da construção civil está movimentando e começam a falta de materiais de construção para as obras. De acordo com o vice-presidente do Sinduscon, ELIAS LUNARDI, as construtoras relatam dificuldade em comprar produtos como cabos elétricos, tubos e conexões, aço e cimento. Ele disse que a redução das jornadas e das atividades resultaram na diminuição da produção industrial. Por isso, falta matéria prima e materiais para o setor da construção civil neste momento de retomada. ELIAS citou que esse problema pode atrasar algumas obras e as entidades ligadas ao setor estãobuscando alternativas para resolver essa situação.

As empresas que trabalham com a venda de materiais de construção da cidade confirmam a falta de alguns produtos. De acordo com empresários do setor, a procura foi afetada com o fechamento do comércio em março, mas as vendas voltaram a normalidade em abril e maio. Em junho e julho, houve um crescimento das vendas a ponto de provocar a falta de mercadorias, especialmente de cimento, ferragens e cerâmicas, como azulejos e porcelanatos. A justificativa é que as fábricas ficaram fechadas por três meses e agora elas não conseguem atender os pedidos. A falta de materiais e o aumento da procura também estão provocando um aumento dos preços do materiais de construção.

O cartório eleitoral está convocando por whatsApp eleitores para trabalhar como mesários na votação de novembro. A informação é da chefe do cartório da quadragésima quinta zona eleitoral, DEANE FANTON. Ela disse que essa forma de convocação reforça orientação do TSE de fazer todo esse processo de forma remota. Ela explicou que a convocação começou no mês passado com a chamada de leitores inscritas no portal do mesário. Depois foram chamados os eleitores voluntários com cadastro eleitoral. Agora, o cartório está analisando a lista de eleitores por seção de votação e fazendo contato por whatsApp para que essas pessoas se inscrevam para trabalhar como mesário no dia 15 de novembro.

A eleição nos municípios da quadragésima quinta zona eleitoral deve contar com a participação mais de 500 pessoas, entre mesários, delegados de prédios e auxiliares. O dado é da chefe do cartório eleitoral, DEANE FANTON. Ela explicou que serão convocados 496 mesários para atuar em 124 sessões eleitorais espalhadas e 34 locais de votação. Além disso, a Justiça também vai convocar os delegados de prédios, que são as pessoas responsáveis por receber as urnas e demais materiais para a votação no dia 15. Auxiliares que vão dar suporte aos eleitores e mesários completam a equipe de voluntários para o pleito deste ano.

O município de São Miguel do Oeste confirmou nesta sexta-feira o segundo óbito de um morador do município com Covid-19. A paciente era uma idosa, de 74 anos, que estava internada no Hospital da Unimed, em Chapecó, há mais de 20 dias. Ela a confirmação da doença durante o período que esteve hospitalizada. O óbito ocorreu na quinta-feira por volta das dez e meia. Ontem, mais quatro mulheres foram diagnosticadas com covid-19 no muniípio. No total, 489 pessoas foram confirmadas com a doença das quais 422 já se recuperaram e 65 estão com o vírus ativo em isolamento domiciliar.

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso registrou mais um óbito na unidade relacionado a Covid-19. Trata-se de um idoso de 82 anos, de São Lourenço do Oeste. Esta foi a décima sétima morte no hospital desde o início da pandemia. Também foi registrada nesta sexta-feira uma alta hospitalar de paciente de Iporã do Oeste. A ocupação de hoje é de 11 pacientes confirmados na UTI, com taxa de lotação de 61 por cento. Na enfermaria, a ocupação é de um paciente positivo e um suspeito para coronavírus.

A vigilância sanitária do município de São Miguel do Oeste recebeu 29 termos circunstanciados contra moradores que não respeitaram as regras de enfretamento do coronavirus. Esse foi o número total de casos de aglomeração, não uso de máscara e desrespeito das normas previstas em decretos municipais registrados pela Polícia Militar nas últimas duas semanas. A partir do dia 13 de agosto, a PM passou a encaminhar os TCs para a vigilância. Nesse dia entrou em vigor o decreto que fixa multa para quem não respeitar as regras para evitar o contágio por coronavírus. O órgão emite os autos de infrações e instaura um processo de pode resultar na aplicação de multa no valor de 265 reais. Ao todo, foram abertos 29 processos administrativas na vigilância.

O processo aberto em razão do descumprimento das medidas restritivas do coronavírus segue um rito estabelecido em lei, com direito a defesa e julgamento pela secretaria de saúde. Depois que ocorrer a notificação, a pessoa tem 15 dias para apresentar a defesa. Até agora, nenhuma multa foi aplicada. O coordenador do comitê do coronavírus, MAURICIO PIACENTINI, explicou que a punição foi estabelecida porque as pessoas começaram a reduzir os cuidados, como por exemplo, aumento da aglomeração e falta do uso de mascaras. Ele comentou que a alternativa foi endurecer as regras e a decisão surtiu o efeito desejado.

A Polícia Civil de Dionísio Cerqueira prendeu um homem de 25 anos em decorrência de um mandado de prisão de sentença definitiva pelos crimes de posse irregular de arma de fogo de uso restrito, desacato e ameaça. Os crimes foram praticados em março de 2019. Nesta sexta-feira, também foi feita a prisão de outro homem de 24 anos em virtude de mandado de prisão de sentença definitiva pelos crimes roubo e posse irregular de arma de fogo praticados no mês de março de 2018. Este segundo preso, após tomar conhecimento que a Polícia Civil estava a sua procura, se apresentou na Delegacia, onde foi detido. Após a prisão, os sentenciados foram encaminhados para a Unidade Prisional Avançada de São José do Cedro.

Um homem colidiu um carro contra outro veículo estacionado e fugiu logo depois nesta sexta-feira a noite no bairro São Luiz. O acidente aconteceu por volta das oito e meia na rua José Klein, esquina com a Paulo Chittó. O homem que conduzia um Gol, com placas de Barra Bonita, fez a curva e colidiu frontalmente em um Stylo. Após o impacto, o condutor do Gol fugiu do local correndo. A Polícia Militar foi acionada e fez todos os levantamentos necessários. O motorista que se evadiu já foi identificado.

Um trabalhador caiu de uma altura de 18 metros nesta sexta-feira no município de Itapiranga. O acidente de trabalho aconteceu por volta das três e 45 da tarde de ontem em uma obra no bairro Rainha da Paz. A guarnição do Corpo de Bombeiros de Itapiranga foi acionada por populares para atender um homem que caiu de andaime em construção civil. Segundo os bombeiros, o andaime que ele ocupava despencou do prédio que está sendo construído. Um trabalhador de 28 anos foi encontrado consciente e com escoriações na face e suspeita de fratura na perna direita. Ele foi imobilizado e conduzido ao pronto socorro do hospital Sagrada Família. Posteriormente, a vítima foi transferida ao Hospital Regional de São Miguel do Oeste.

PROGRAMAS

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.