ÁUDIOS
Globo em Foco - Peperi - AM

Globo em Foco quinta-feira 19 03 2020

-CÂMARA DOS DEPUTADOS APROVA ESTADO DE CALAMIDADE PÚBLICA NO PAÍS

-SANTA CATARINA JÁ TEM 20 CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS

-COMÉRCIO FECHA AS PORTAS E FCDL DEFENDE COMPENSAÇÃO PARA AMENIZAR PREJUÍZOS

-MUNICÍPIO LIBERA SERVIÇO DE ENTREGA DE ALIMENTOS À DOMICÍLIO

-EXTREMO-OESTE REGISTRA MAIS DOIS CASOS SUSPEITOS DA DOENÇA

-PM E CORPO DE BOMBEIROS CONFIRMAM REDUÇÃO DE OCORRENCIAS POLICIAIS

-HOMEM FICA FERIDO EM CAPOTAMENTO DE VEÍCULO NA BR 158

O tempo é de..... A previsão para as próximas horas é de sol com pancadas de chuva entre a tarde e a noite. A temperatura pode chegar a 27 graus. A mínima das últimas horas foi de 19 graus. Agora, na Central de Jornalismo da Peperi, ... graus. Umidade relativa do ar ... por cento.

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou a quarta-feira em queda. O dólar paralelo está cotado a quatro reais e 70 centavos para a compra e cinco reais e 15 centavos para a venda. O euro está valendo cinco reais e 30 centavos para a compra e cinco reais e 60 centavos para a venda. Já o peso argentino está cotado a seis centavos para a compra e sete centavos para venda.

A China anunciou nesta quinta-feira que nas últimas 24 horas não registrou qualquer novo caso de Covid-19, mas verificou 34 casos de infectados que vieram do exterior. Trata-se da primeira jornada sem casos locais de contaminação desde que as autoridades locais definiram, em janeiro, os critérios de contagem. Segundo a Comissão Nacional de Saúde, estes 34 casos "importados" constituem o maior aumento diário em duas semanas. A Comissão também informou oito óbitos nas últimas 24 horas de pacientes do coronavírus, o que elevou o total de vítimas fatais na China continental a três mil 245.

O presidente dos Estados Unidos, DONALD TRUMP, assinou nesta quarta-feira um pacote de incentivos econômicos para aliviar os prejuízos do novo coronavírus ao país. A medida inclui a disponibilização de mais testes para a Covid-19 e licença remunerada. Além disso, a lei determina assistência alimentar, benefícios para desempregados e maior aporte para o Medicaid — sistema de saúde norte-americano. Mais cedo nesta quarta, o Senado aprovou o texto após passar também pela Câmara. Ainda há expectativa de que outras leis para amenizar os efeitos da crise do novo coronavírus.

O presidente do Chile, SEBASTIÁN PIÑERA, decretou estado de exceção por catástrofe em decorrência da pandemia do Covid-19 nesta quarta-feira. A medida tem validade por 90 dias. Com isso, ele pode restringir reuniões em espaços públicos, assegurar a distribuição de bens e serviços básicos, estocar alimentos e outros bens e impor quarentenas e toques de recolher. O governo vai poder ditar medidas para proteção de serviços de utilidade pública e limitar a locomoção das pessoas. O país tem 238 casos confirmados de coronavirus até esta quarta-feira.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira uma medida provisória que prevê regras de incentivo à renegociação de dívidas tributárias com a União, conhecida como "MP do Contribuinte Legal". O texto segue para o Senado. O objetivo do governo é, com a aprovação da MP, receber parte da dívida, de cerca de dois trilhões e 200 bilhões de reais, segundo a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. A negociação também visa reduzir o número de processos no âmbito administrativo e judicial. O texto regulamenta a chamada transação tributária, uma ferramenta jurídica prevista no Código Tributário Nacional, com o objetivo de encerrar ou prevenir o litígio entre as partes.

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até nove e 20 da noite desta quarta-feira, 529 casos confirmados do novo coronavírus no Brasil em 20 estados e no Distrito Federal. Em São Paulo, foi registrada a quarta morte pelo coronavírus no Brasil, confirmada nesta quarta pelo governo estadual. Paraíba registrou o primeiro caso confirmado de infecção pelo vírus e, na região Norte, o Pará registrou um caso confirmado pela primeira vez. O último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na noite desta quarta-feira, contabiliza 428 infectados. Hoje pela manhã, o prefeito de Niterói no Rio de Janeiro confirmou que o exame de um idoso que morreu na cidade deu positivo para coronavírus. Se a contraprova também der positivo, este será o quinto caso de óbito pela doença no país, e o primeiro fora do estado de São Paulo.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira o projeto do governo que decreta estado de calamidade pública no Brasil em razão da pandemia do novo coronavírus. Com a aprovação, o texto segue para votação do Senado. A análise do tema, contudo, ainda não foi marcada, mas o mais provável é que seja remota, sem a presença dos senadores em plenário. Só depois de aprovado nas duas casas legislativas é que o decreto, com vigência até o fim do ano, estará em vigor. De acordo com a Presidência da República, com o reconhecimento do estado de calamidade, a União ficará autorizada a elevar gastos públicos e não cumprir meta fiscal prevista para este ano.

Mais nove pessoas foram indiciadas pela Polícia Federal dentro da operação Alcatraz, em Santa Catarina. O relatório mais recente foi concluído nesta quarta-feira e encaminhado à Justiça Federal de Florianópolis, responsável por analisar as ações envolvendo o trabalho da PF deflagrado em 30 de maio do ano passado contra fraudes a licitações e desvios de recursos públicos ligados a contratos de prestação de serviços de mão de obra terceirizada e do ramo de tecnologia firmados com órgãos do governo do Estado. Nos nove indiciamentos desta quarta, o foco está na contratação da empresa para prestação do serviço de telefonia IP para os órgãos estaduais. A licitação foi feita pela secretaria de Estado da Administração. De acordo com a PF, o relatório do indiciamento “detalha evidências de conluio criminoso entre empresários e agentes públicos que teriam atuado para fraudar o originário processo licitatório” com fatos ocorridos entre 2009 e 2016.

Em nova coletiva de imprensa, o governo de Santa Catarina atualizou o número de pacientes infectados pelo novo coronavírus no estado e manteve o decreto de situação de emergência por sete dias, a contar desta quarta-feira, para todo o território. Atualmente, são 20 casos confirmados ao longo da região do litoral catarinense, segundo informou o secretário de Saúde, HELTON ZEFERINO. Ontem, eram 14 casos. Hoje pela manhã foram confirmados mais seis. Outras 177 suspeitas da doença são investigadas em todo o território catarinense. Os 20 casos estão espalhados pelas cidades de Florianópolis, Joinville, Rancho Queimado, Braço do Norte, Tubarão e Balneário Camboriú. Dos 20, apenas dois estão hospitalizados: o paciente de Braço do Norte, que está em um hospital de Içara, e um paciente em Florianópolis. O caso mais grave até o momento é o dessa pessoa internada na Capital. Nenhum profissional de saúde está entre os contaminados até agora.

O governo de Santa Catarina está avaliando medidas econômicas para ajudar as empresas que vão ser prejudicadas por conta do decreto que restringiu as atividades no Estado diante da ações contra o novo coronavírus. As limitações impedem, por exemplo, o funcionamento de bares e restaurante e a realização de eventos nos municípios catarinenses. Em coletiva nesta quarta-feira, o governador CARLOS MOISÉS DA SILVA disse que a equipe do Executivo discute alternativas para amenizar os impactos. Segundo ele, algumas medidas já foram traçadas. Dentre elas, créditos facilitados para micro e pequenos empresários e também créditos subsidiados para que o empresário pague menos ou não pague juros. MOISÉS ainda disse que algumas ações serão alinhadas junto ao governo federal através do Conselho Fazendário. Um das possibilidades é a prorrogação do recolhimento de tributos, com mais prazo para o recolhimento dos valores.

O município de Tunápolis cancelou a Feira Comercial, Industrial e Agropecuária que aconteceria no final do mês de abril. A exposição estava programada para os 24, 25 e 26 de abril. De acordo com o prefeito RENATO PAULATA, o avanço do coronavírus em Santa Catarina e na região cria uma quadro onde é impossível realizar um evento desse tipo. O prefeito esteve no RPN primeira edição de hoje e disse que não se trata de adiamento ou suspensão. Ele anunciou que a Efacitus 2020 foi cancelada e não será realizada neste ano. PAULATA comentou que foi uma decisão difícil, mas que a situação crítica causada pelo coronavírus exige medidas drásticas e não é o momento de projetar grandes eventos.

O recurso previsto no orçamento de Tunapolis para a realização da Efacitus 2020 será aplicado em outros setores que precisam de investimentos adicionais no município. A informação é do prefeito RENATO PAULATA. Ele disse que os 230 mil orçados para a feira serão colocados na saúde e na agricultura, já que o município enfrenta uma série de problemas em razão da estiagem. PAULATA também confirmou que a comissão central organizadora vai manter contato com os empresários que já pagaram pelos estandes para fazer a devolução dos valores. As pessoas que compraram ingressos para os shows também serão ressarcidas.

A estação rodoviária de São Miguel do Oeste fechou as dez horas da noite e só vai reabrir na quinta-feira da semana que vem. Ontem, foi o último dia de venda de passagens apenas para quem pretendeu retornar para o município. Hoje pela manhã, a rodoviária ainda teve desembargue de passageiros de linhas mais distantes e que iniciaram a viagem antes da entrada em vigor do decreto do governo do estado, como Mato Grosso por exemplo. A partir desta quinta-feira, não haverá nenhum tipo de atendimento ou serviço na estação rodoviária do município.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe será realizada entre os dias 23 de março e 22 de maio, na área coberta da praça Walnir Bottaro Daniel. A antecipação do início da imunização de parte da população foi confirmada nesta quarta-feira pela secretaria de Saúde. A vacinação vai acontecer de segunda a sexta-feira, das sete e meia da manhã as cinco da tarde, sem intervalo ao meio dia, e aos sábados, das oito da manhã ao meio-dia. De acordo com o secretário de saúde, LEONIR CARON, a campanha visa reduzir as complicações, as internações e as mortes decorrentes das infecções pelo vírus. Ele explicou que neste ano a vacinação foi antecipada em 30 dias em razão da nova situação epidemiológica do país.

A campanha de vacinação contra a gripe será realizada em três etapas no município. Na primeira fase, que inicia na próxima segunda-feira, serão vacinados idosos e trabalhadores da saúde. A partir do dia 16 de abril, a imunização será estendida para professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais. A terceira etapa começa no dia nove de maio para crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes, puérperas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Para receber a vacina contra a gripe, a pessoa que fazer desses públicos prioritários deve apresentar o Cartão SUS, o Cartão de Vacinas, documento que comprove a idade e outros requisitos de acordo com o grupo. O secretário de saúde LEONIR CARON disse que também serão exigidos documentos que comprove atuação para professores, profissionais da saúde e das forças de segurança e salvamento. Portadores de doenças crônicas devem apresentar prescrição médica. O Dia D de mobilização nacional da campanha será realizado na data de nove de maio, somente na praça central, das oito as cinco da tarde sem intervalo ao meio dia. Já o atendimento na Sala de Vacinas, da Secretaria de Saúde, será realizado para aplicar as vacinas de rotina, de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste informa que a população deve procurar as unidades hospitalares somente em casos graves. Em nota, o Hospital informou que as unidades básicas de saúde estão preparadas e capacitadas para atender aos casos suspeitos da Covid-19, doença causada pelo Coronavírus. O Hospital permanece com as demandas emergenciais e oncológicas. A procura de pessoas com resfriado tem aumentado no Pronto Socorro o que sobrecarrega a estrutura e prejudica o fluxo de atendimentos. Pacientes com sintomas leves devem procurar auxílio na unidade básica de saúde, que está capacitada a atendê-los. O Hospital Regional também informou que os casos suspeitos são notificados à Vigilância Sanitária Epidemiológica de São Miguel do Oeste e a coleta de exames para Coronavírus segue critérios dos órgãos estaduais e federais.

O Hospital Regional Terezinha Gaio Basso suspendeu as consultas, cirurgias e exames agendados, com exceção dos procedimentos para pacientes oncológicos. A informação foi divulgada na tarde de ontem pela assessoria de comunicação do Hospital. As visitas aos pacientes internados já estão restritas desde o sábado, bem como a orientação de diminuir a troca de acompanhantes e a limitação de uma visita por paciente na UTI. As medidas têm o intuito de prevenir o avanço do vírus, com base nas recomendações emitidas pelo Centro de Operações e Emergência em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde que atua em conjunto com a Defesa Civil. O Hospital também reforçou a orientação de buscar atendimento apenas nos casos graves ou de urgência.

O Comitê de Crise esteve reunido na manhã desta quarta-feira para avaliar a situação do coronavírus no município. A novidade em relação as medidas anteriores é que o serviço de entrega a domicílio de alimentos foi liberado em São Miguel do Oeste. Ontem, o comitê havia anunciado a proibição, mas acabou seguindo o que ficou definido no decreto do governo do estado. Portanto, delivery de alimentos está liberado na cidade. A equipe de governo também se reuniu ontem e a prefeitura fechou as porta na tarde de ontem. O atendimento foi suspenso e os servidores que não fazem parte dos setores essenciais foram liberados. A suspensão das aulas na rede pública municipal foi antecipada para esta quinta-feira por um período de 15 dias, podendo ser prorrogado caso haja necessidade. Também estão suspensas consultas médicas agendadas, a fim de priorizar atendimentos sintomáticos respiratórios. O transporte de pacientes será restrito a casos de urgência e emergência.

Todas as medidas anunciadas pelo governo estadual e pelo município tem o mesmo objetivo: reduzir a circulação e a aglomeração de pessoas. A explicação é do médico diretor técnico da secretaria de Saúde, MAURICIO PIACENTINI. Ele disse que essa é a única forma de evitar que o vírus circule e seja transmitido de uma pessoa para outra. MAURICIO reforçou que é fundamental interromper a propagação do coronavírus.

As ruas de São Miguel do Oeste ficaram praticamente vazias na manhã desta quinta-feira. O comércio geral fechou as portas ontem para atender o decreto do governador do estado. Apenas supermercados, postos de combustíveis, revendas de gás e água, funerárias e estabelecimentos de saúde estão funcionando. O Comitê de Crise do Coronavírus salienta que todas estas medidas são de caráter preventivo, tendo em vista que não há nenhum caso confirmado da doença em São Miguel do Oeste ou na região. A recomendação é de que a população que mantenha a calma e permaneça em casa, tomando os devidos cuidados de higiene para evitar a contaminação.

A Polícia Militar reforçou o policiamento ostensivo nas ruas de São Miguel do Oeste nesta quinta-feira, segundo dia de vigência do decreto que fechou empresas e restringiu a circulação e concentração das pessoas no estado. A intenção da PM é coibir a aglomeração de pessoas e cumprir as medidas aplicadas nos decretos estadual e municipal, além de manter a lei e a ordem. A Peperi recebeu diversas denúncias de empresas estão de portas fechadas, mas com funcionários trabalhando internamente. De acordo com o Tenente Coronel JAILSON FRANZEN, esta prática é proibida e pode ser enquadrada como crime de desobediência. Qualquer denúncia nesse sentido deve ser feita através do telefone em emergência no 190.

A Polícia Civil realizou fiscalizações com o fim de verificar o cumprimento do Decreto do Governador que determina o fechamento de determinados estabelecimentos para prevenir a propagação do Coronavírus. Nesta quarta-feira, foram vistoriados 90 estabelecimentos em São Miguel do Oeste. Cinco deles estavam em funcionamento. Os responsáveis pelo descumprimento do Decreto foram advertidos e orientados a encerrar as atividades. As fiscalizações da Polícia Civil vão continuar durante os próximos dias. O decreto que restringe a abertura das empresas vai até quarta-feira da semana que vem.

O presidente da FDCL, IVAN TAUFFER disse nesta quarta-feira no programa Boa Tarde Peperi que o comércio foi pego de surpresa com o decreto do governador, mas que o momento exige a participação de todos pra evitar uma epidemia da doença no estado. Ele disse que o setor vai fechar as portas e colaborar para superar esse período delicado. TAUFFER ressaltou, no entanto, que a FCDL espera uma compensação para o setor, já que a medida vai trazer prejuízos para as empresas.

Os supermercados da cidade tiveram um dia de intensa movimentação nesta quarta-feira, primeiro dia do decreto estadual com medidas para evitar a transmissão do coronavírus. Desde as primeiras horas da manhã até o começo da noite, as empresas estiveram lotadas. Em vários momentos, houve a formação de filas nos caixas. Apesar da orientação, muitas pessoas fizeram compras em grande quantidade, o que provocou a falta de alguns produtos nas prateleiras. Hoje, a Associação Catarinense dos Supermercadistas repassou uma recomendação para que os mercados limitem o número de consumidores dentro das lojas.

A Secretaria Municipal de Saúde de Mondaí notificou nesta quarta-feira o primeiro caso suspeito de Coronavírus, Covid-19, no município. De acordo com o prefeito VALDIR RAUBERT, o paciente do município possui aproximadamente 40 anos e regressou de uma viagem do Japão. Foi realizada a primeira coleta de exames para Coronavírus e o paciente assinou termo de consentimento, responsabilizando-se a permanecer em isolamento domiciliar por 14 dias, conforme protocolo do Ministério da Saúde. Ainda de acordo com o prefeito, o homem já está sendo medicado e a secretaria de saúde está aguardando o resultado dos exames. A Vigilância Epidemiológica do município foi notificada e efetuou a comunicação da ocorrência ao setor responsável do Estado de Santa Catarina.

O município de Dionísio Cerqueira também registrou um caso suspeito de coronavírus no hospital da cidade. O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira durante uma coletiva de imprensa pelos prefeitos do Consórcio Intermunicipal da Fronteira. A paciente, uma mulher moradora de Barracão, deu entrada no Hospital de Dionísio Cerqueira com sintomas típicos do Codiv 19. Ela relatou que o filho viajou para São Paulo e retornou há poucos dias. Os exames ainda não são conclusivos e por isso ela foi orientada a permanecer em isolamento domiciliar e aguarda os resultados. Caso a paciente apresente um quadro mais grave, ela será transferida para um hospital de referência em São Miguel do Oeste ou Francisco Beltrão. O resultado do exame deve ficar pronto em até quatro dias.

Um homem ficou ferido em um acidente de trânsito no final da manhã de ontem na BR 158. O fato aconteceu por volta das 11 horas da manhã nas proximidades da Linha Glória, interior de Cunha Porã. De acordo com os Bombeiros, o condutor de um Fox de Cunha Porã perdeu o controle da direção e capotou. O homem de 43 anos foi atendido com dores na região lombar, mas dispensou a condução ao hospital. Um guincho precisou ser acionado para remover o veículo da pista.

A Polícia Militar não atendeu nenhuma ocorrência nas últimas 24 horas. De acordo com o comando do décimo primeiro batalhão, as guarnições estão empenhadas no cumprimento do governo do estado sobre o coronavírus. O Corpo de Bombeiros também teve um plantão bastante tranquilo, sem nenhuma ocorrência ou atendimento nas últimas 24 horas. A Polícia Civil de São Miguel do Oeste também não teve registros expressivos de ontem para hoje no município.

PROGRAMAS

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.