ÁUDIOS
Globo em Foco - Peperi - AM

Globo em Foco sábado 16 05 2020

-GOVERNO DIZ QUE MUDARÁ ORIENTAÇÃO SOBRE USO DA CLOROQUINA

-DONO DE EMPRESA DIZ QUE COMPRA DE RESPIRADORES NÃO TEVE IRREGULARIDADES

-CDL ANUNCIA CAMPANHA LIQUIDA SÃO MIGUEL A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA

-VIGILÂNCIA EMITE ALERTA SOBRE DESCARTE CORRETO DAS MÁSCARAS DE PROTEÇÃO

-MUNICÍPIO CONFIRMA DÉCIMO QUINTO CASO DE COVID EM HOMEM DE 41 ANOS

-OPERAÇÃO DA DIC CONTRA O TRÁFICO DE DROGAS PRENDE TRÊS PESSOAS

-POLÍCIA MILITAR FLAGRA FESTA COM MAIS DE 20 PARTICIPANTES EM CHÁCARA

O tempo é de..... A previsão para as próximas horas é de sol. A temperatura pode chegar a 21 graus. A mínima das últimas horas foi de cinco graus.

O dólar paralelo está cotado a cinco reais e 85 centavos para a compra e seis reais e 10 centavos para a venda. O euro está valendo seis reais para a compra e seis reais e 50 centavos para a venda. Já o peso argentino está cotado a cinco centavos para a compra e seis centavos para venda.

O presidente da Venezuela, NICOLÁS MADURO, defendeu nesta quinta-feira a cloroquina para pacientes infectados com Covid-19. Em sua conta no Twitter, Maduro parabenizou os profissionais da saúde e de pesquisa. Um estudo publicado nesta segunda-feira por pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade de Albany, em Nova York, demonstra que o percentual de pacientes mortos em hospitais, tratados com hidroxicloroquina, com azitromicina ou com ambos os medicamentos não demonstrou qualquer redução perceptível em relação àqueles que não receberam qualquer uma das drogas. O estudo foi realizado com mil 438 pacientes diagnosticados com covid-19 que estiveram internados em 28 hospitais da região metropolitana de Nova York entre os dias 15 e 28 de março.

A empresa farmacêutica Gilead anunciou nesta semana que firmou acordo com cinco outras companhias para fabricar e distribuir o medicamento Remdesivir em 127 países. O antiviral é uma das substâncias testadas para o tratamento da Covid-19, e apresentou resultados clínicos positivos em ensaios recentes. O remédio não está à venda. Esses 127 países são quase todos pobres, em desenvolvimento ou com problemas de acesso à saúde pública, diz um comunicado da empresa. Pelo acordo, os laboratórios receberão da Gilead a transferência de tecnologia dos processos de fabricação do Remdesivir para que o medicamento seja produzido em maior escala.

O governo da Argentina apresentou nesta sexta-feira um teste rápido para a detecção do novo coronavírus desenvolvido nacionalmente e que permite um resultado em duas horas. Os primeiros testes serão produzidos durante os próximos 10 dias, e é projetada uma produção que permitirá 200 mil testes mensais. Não está claro qual o percentual de acerto desse tipo de exame. É a segunda vez que o governo argentino informa algum avanço no combate contra a pandemia de Covid-19. A anterior foi um teste para medir os anticorpos contra o coronavírus. A Argentina registrava até esta sexta-feira 356 mortes em um total de sete mil 479 infectados.

A ministra da Mulher, da Familia e dos Direitos Humanos, DAMARES ALVES, afirmou nesta sexta-feira que as denúncias de violência contra a mulher aumentaram 35 por cento em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado. Segundo a ministra, o aumento é reflexo do isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus. As afirmações foram feitas durante evento de lançamento da campanha de conscientização e enfrentamento à violência doméstica. DAMARES anunciou que, além do Ligue 180, as denúncias poderão ser registradas pela internet, por meio de um aplicativo específico. O programa também foi desenvolvido para registro em Libras. A ferramenta, segundo ela, possibilita que a vítima denuncie a violência de forma silenciosa.

O ex-ministro da Saúde NELSON TEICH afirmou nesta sexta-feira que "escolheu" deixar a pasta. Ele fez a afirmação durante um rápido pronunciamento no auditório do ministério. O ex-ministro não explicou o motivo que o levou a tomar a decisão. TEICH permaneceu menos de um mês à frente da pasta. O general EDUARDO PAZUELLO vai assumir interinamente o cargo de ministro da Saúde. Ele foi nomeado secretário-executivo da pasta no dia 22 de abril e também é um dos cotados para permanecer na função. Outro nome que tem alinhamento com BOLSONARO cotado para o cargo é o do deputado e ex-ministro OSMAR TERRA. Ontem, BOLSONARO também se reuniu com a médica imunologista e oncologista NISE YAMAGUCHI. Ela tem o mesmo pensamento do presidente quanto ao isolamento vertical e também quanto ao uso da cloroquina para tratamento da covid-19.

Um protocolo atualizado para o uso do medicamento cloroquina no tratamento da Covid-19 está sendo preparado pelo Ministério da Saúde, conforme nota divulgada na noite desta sexta-feira. De acordo com a pasta, o uso do medicamento será indicado também em casos leves. A decisão será tomada mesmo depois de estudos recentes apontarem que a droga utilizada contra a malária não teve a eficácia comprovada contra o coronavírus Sars-Cov-2 e que possui efeitos colaterais. A medida vai se aplicar também à hidroxicloroquina, que é um derivado da cloroquina e guarda as mesmas propriedades, mas tem a toxicidade atenuada. De acordo com o próprio Ministério da Saúde, antes do novo documento que está em elaboração, o protocolo válido é o publicado em primeiro de abril de 2020.

O presidente do Badesc, EDUARDO ALEXANDRE CORRÊA DE MACHADO, anunciou nesta sexta-feira em coletiva de imprensa a liberação de 20 milhões em recursos federais para socorrer o setor do turismo em Santa Catarina. O dinheiro vem do Fundo Geral do Turismo, que é uma linha de financiamento do Ministério do Turismo. As empresas do setor podem acessar os recursos a partir da próxima semana via Badesc, a agência de fomento ao desenvolvimento do governo do estado. No Brasil, o turismo representa oito vírgula um por cento do Produto Interno Bruto. Em Santa Catarina, o setor é ainda mais representativo: chega a 12 e meio por cento do PIB.

A pesquisa Pnad Contínua Trimestral, divulgada nesta sexta-feira pelo IBGE, mostra que a taxa de desemprego em Santa Catarina subiu de cinco vírgula três para cinco vírgula sete por cento no primeiro trimestre deste ano. Em números totais, 215 mil pessoas estavam procurando trabalho no período, cerca de seis mil a mais do que no último trimestre de 2019, quando 209 mil procuravam colocação. Apesar desse aumento, o Estado manteve a menor taxa de desemprego do Brasil, seguido por Mato Grosso do Sul e Paraná. A taxa de desocupação catarinense no primeiro trimestre deste ano também foi melhor que a do mesmo período de 2019, quando estava em seis por cento. No Brasil, a taxa de desocupação no primeiro trimestre deste ano subiu para 12 vírgula dois por cento.

A investigação sobre a compra de 200 respiradores por 33 milhões pelo Governo de Santa Catarina teve um novo capítulo nesta sexta-feira à tarde. Por mais de três horas o CEO da Veigamed, empresa contratada pelo Estado, prestou depoimento ao Ministério Público para esclarecer pontos da negociação que estão em investigação. PEDRO NASCIMENTO DE ARAÚJO negou qualquer irregularidade no processo e afirmou que não teve contato com outros nomes citados pelos investigadores. Ele afirmou que a empresa possui experiência no mercado e garantiu que todos os respiradores serão entregues em Santa Catarina e poderão ser utilizados no tratamento de pacientes com Covid-19. Na investigação do Ministério Público catarinense,ARAÚJO é apontado como um possível "laranja" para o proprietário de fato da empresa, que seria o médico paulista FÁBIO GUASTI. ARAÚJO disse que o médico é apenas um consultor e não faz parte do quadro da empresa.

A associação dos criadores de suínos está notificando os bancos para que consultem a entidade antes de liberar recursos para novos investimentos no setor. O padrão de notificação aos bancos foi protocolado pela Confederação Nacional da Agricultura, CNA, em relação aos financiamentos, entre eles, para investimentos na agricultura. De acordo com o presidente da ACCS, LOSIVANIO DE LORENZI, o setor é afetado com frequência por crises, e na visão de quem não é da atividade, a suinocultura gera muito mais renda do que despesas aos produtores, o que não é a realidade. O presidente da ACCS explica que uma lei de 2016 especifica direitos e deveres, tanto da indústria como dos produtores. Entre estes direitos, LORENZI destaca que se caso o financiamento não passar pela aprovação das CADECs, e futuramente o produtor tiver dificuldade no pagamento, além de não pagar a dívida poderá por lei buscar judicialmente o valor que já tiver sido quitado.

O Peperi Debates deste sábado olhou para a retomada da economia em meio a pandemia do coronavírus. O programa de hoje discutiu como as empresas podem superar esse momento, criar alternativas para manter empregos e atravessar esse problema sem ter que fechar as portas. O debate deste sábado contou com a participação do vice-presidente da Fiesc, ASTOR KIST, do presidente da CDL, IVANDRO SPENGLER e do presidente da Acismo, DANIEL DE SOUZA. As fotos e o áudio na íntegra do programa estão disponíveis no portal da Peperi na internet.

A Fiesc está muito preocupada com a vida das pessoas e com a vida econômica do estado e das empresas. A afirmação é do vice-presidente regional da Fiesc, ASTOR KIST. De acordo com ele, a pandemia foi totalmente inesperada e pegou o sistema de saúde desprevenido. Nesse contexto, a economia foi fortemente atingida e o desafio agora é manter as atividades dos setores produtivos com segurança e proteção para as pessoas. KIST disse que saúde também é alimentação, poder se vestir e depende de um emprego para manter as necessidades básicas. Para o empresário, é preciso pensar a longo prazo e contemplar o aspecto econômico diante desse momento novo para todos. A Fiesc defende que se faça um isolamento vertical dos grupos de risco, mas que as pessoas possam trabalhar, ir e vir e produzir para que no futuro a crise gerada pelo colapso econômico não seja pior do que a atual. KIST também disse que é preciso acabar com o orgulho político predominante e buscar um alinhamento entre o governo federal e os estados para enfrentar os problemas do coronavírus na economia.

Santa Catarina poderia ter adotado uma forma diferente para enfrentar o início da pandemia do coronavírus. O comentário é do presidente da Acismo, DANIEL DE SOUZA. Ele esteve no Peperi Debates de hoje e disse que o governo do estado deveria ter ouvido mais o segmento produtivo. DANIEL citou que a Acismo concorda com a proteção das pessoas e com medidas restritivas, mas as ações poderiam ter sido debatidas com as entidades e federações empresariais. O empresário fez uma crítica a falta de políticas públicas, como a liberação de créditos a juros menores, para apoiar as empresas que passam por dificuldades. DANIEL disse também que os recursos anunciados pelos governos não estão chegando efetivamente até as empresas. Para o presidente da Acismo, o governo estadual fala, mas as atitudes práticas não são coerentes com o discurso. Ele ressaltou que os empresários agora precisam se reinventar e repensar novas formas de trabalho e produção.

O momento é muito difícil e a vida das pessoas deve ser o centro das preocupações, mas é necessário construir alternativas para manter as empresas de portas abertas. A observação é do presidente da CDL, IVANDRO SPENGLER. Ele afirmou no programa de debates da Peperi que os governos fizeram muito pouco para ajudar os segmentos produtivos. Para o comerciante, o governo do estado anunciou algumas medidas, como a liberação de crédito, mas as ações não chegam efetivamente às empresas. IVANDRO citou ainda que os governos poderiam também diminuir impostos e reduzir o custo para as empresas. Para o presidente da CDL, os comerciantes estão órfãos por parte do estado. Ele disse também que os empresários precisam se reinventar e não dá mais para fazer as mesas coisas que eram feitas antes da pandemia. IVANDRO citou que é hora de buscar novas estratégias para chegar ao consumidor, manter as vendas e as portas abertas.

A CDL vai realizar na próxima semana uma edição especial do Liquida São Miguel. A campanha especial de vendas foi anunciada hoje de manhã pelo presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, IVANDRO SPENGLER. De acordo com ele, 140 empresas de cerca de 20 segmentos confirmaram participação na campanha. Ele disse que o objetivo da iniciativa é movimentar as vendas que foram afetadas pela pandemia do coronavírus. IVANDRO comentou que as empresas vão oferecer descontos de até 70 por cento nas mercadorias. Ele ressaltou que os consumidores devem aproveitar a promoção, mas evitar a aglomeração de pessoas e, de preferência, optar pelo sistema de delivery para adquirir os produtos com desconto.

O município de São Miguel do Oeste já registrou ao longo desses primeiros cinco meses de 2020 um alto número de focos do mosquito transmissor da dengue e também da doença. Ao todo, já são mais de 130 casos confirmados da doença e 321 focos em todo o município. Conforme dados da vigilância epidemiológica da secretaria de Saúde, todos os bairros já registram focos do mosquito transmissor da dengue. Segundo a administradora do Cemitério Municipal São Miguel e Almas, IVANETE POVALA, um dos locais que acabam concentrando um alto índice desses focos é o cemitério do centro da cidade.

As famílias precisam se conscientizar e efetuar a limpeza das sepulturas no cemitério São Miguel e Almas. A afirmação é da administradora do local, IVANETE POVALA. De acordo com ela, muitos vasos acabam sendo abandonados e virando criadouros do mosquito da dengue. Ela destacou que é fundamental que as famílias tomem os cuidados devidos na hora de deixar flores no cemitério. IVANETE citou que cuidados como colocar cimento nos vasos, além de areia e a retirada dos plásticos que envolvem os vasos de flores são fundamentais para evitar a proliferação do mosquito no local.

As coroas de flores deixadas em cima das sepulturas também devem ser evitadas nesse momento. O lembrete é da administradora do Cemitério São Miguel e Almas, IVANETE POVALA. Ela ressaltou que esse tipo de material deve ficar pendurado e não deixado em cima dos túmulos. Ela declarou que é de extrema importância que as famílias se desloquem até o cemitério e façam a limpeza necessária. Questionada sobre o movimento das famílias nesse momento de pandemia, IVANETE disse que a circulação diminuiu consideravelmente, se intensificando um pouco no dia das mães, comemorado no último final de semana.

Com a chegada do dia das mães os vasos de flores sem os devidos cuidados aumentaram no cemitério São Miguel e Almas. O comentário é da administradora do local, IVANETE POVALA. Ela ressaltou que a data levou muitas pessoas ao cemitério e a grande maioria deixou os vasos com plástico e com grande possibilidade de novos criadouros do mosquito da dengue. IVANETE lembrou que existe também um grande acumulo de água nas casinhas e que esses locais requerem um cuidado e manutenção maior. A administradora ressaltou que apenas duas pessoas trabalham no cemitério e as mesmas acabam não conseguindo atender a demanda existente. IVANETE POVALA lembrou que o cemitério está aberto para visitação de segunda a sábado entre oito horas da manhã e seis horas da tarde.

O descarte das máscaras exige cuidados especiais para que não se torne uma fonte de infecção do coronavírus. Nesta semana, a reportagem do Portal Peperi flagrou os equipamentos de proteção sendo descartados na rua sem nenhum cuidado. Diante dessa situação, a Vigilância Epidemiológica Municipal alertou que todas as máscaras não podem ser colocadas no lixo de qualquer maneira. De acordo com o enfermeiro coordenador do setor, MARCOS BORTOLANZA, é preciso usar dois saquinhos plásticos, um dentro do outro, para jogar as máscaras fora. Ele disse que a máscara deve ser colocada no primeiro saco plástico que deve ser bem amarrado inserida dentro do segundo saco, com um novo nó bem forte. Em seguida, o material deve ser jogado no lixo do banheiro. BORTOLANZA reforçou que todos devem ter esse cuidado ao descartar as máscaras.

Os coletores de materiais e resíduos domésticos da cidade estão encontrando muitas máscaras jogadas sem nenhum cuidados nas lixeiras. O comentário é do gerente da TOS Obras e Serviços Ambientais, ADILSON ANDRIOLLO. Ele disse que esse tipo de problema ocorre principalmente na região central da cidade. ANDRIOLLO alertou que a população deve ficar atenta a essa situação pois este tipo de descarte irregular pode contaminar os trabalhadores e disseminar a doença. O gerente da empresas que recolhe o lixo na cidade destacou que o uso da máscara está incorporado ao cotidiano das pessoas e que os cuidados com o descarte do equipamento de proteção deve ser adotados por todos os moradores.

Os cinco municípios da Comarca de São Miguel do Oeste acataram a recomendação do Ministério Público de Santa Catarina e promoveram adequações em seus portais para atender às normas legais relativas a contratações emergenciais em razão da pandemia do coronavírus. A principal delas é um site específico para publicar as informações sobre as aquisições, que visa trazer maior transparência e permitir o controle social da administração pública. As recomendações para os municípios de São Miguel do Oeste, Bandeirante, Barra Bonita, Guaraciaba e Paraíso foram expedidas pela quarta promotoria de Justiça depois da análise dos portais da transparência de cada município. O MP identificou algumas desconformidadese orientou as prefeitura a corrigir esses problemas. Todas as questões apontadas pela promotoria foram atendidas pelos municípios.

A Lei que instituiu o regime extraordinário e temporário para as contratações e aquisições necessárias ao combate do novo coronavírus também prevê regras específicas de divulgação dessas operações. A afirmação é da promotor de Justiça, MARCELA FERNANDEZ. Ela explicou que a principal recomendação é a criação de um site específico na internet contendo, além das compras efetuadas, informações como o nome do contratado, o número de sua inscrição na Receita Federal, o prazo contratual, o valor e o respectivo processo de contratação ou aquisição. Na visa da promotora, a medida confere maior transparência e possibilita que a população saiba e fiscalize o destino dos recursos públicos aplicados no combate à pandemia do coronavírus.

Os deputados que compõem a Bancada do Oeste discutiram em reunião virtual, nesta sexta-feira, a situação que os hospitais da região oeste e extremo-oeste estão enfrentando no combate à Covid-19. Nos últimos dias, a região oeste teve um aumento expressivo no número de casos do novo coronavírus e a preocupação da bancada do Oeste é com a falta de investimentos do estado na ampliação dos leitos de UTI. A reunião virtual contou com a participação do secretário de Saúde, ANDRÉ RIBEIRO. Os diretores dos Hospitais Regionais de Chapecó e São Miguel do Oeste também participaram da reunião. O coordenador da bancada do oeste, MAURICIO ESKUDLARK disse que a reunião foi positiva, mas a região ainda aguarda a promessa de investimentos por parte do estado para ampliar os leitos de UTI.

Foi confirmado nesta sexta-feira, o décimo quinto caso de Covid-19 em São Miguel do Oeste. Trata-se de um homem, de 41 anos, que apresentou sintomas respiratórios, procurou atendimento médico e está em isolamento domiciliar. Dois pacientes com resultados positivos já estão recuperados da doença. A Vigilância Epidemiológica Municipal chama atenção para a necessidade da população redobrar os cuidados de prevenção, tendo em vista a identificação do quadro de transmissão local comunitária onde não é possível identificar a origem da contaminação. Segundo o Comitê de Crise do Coronavírus, a recomendação principal é para que, na medida do possível, as pessoas permaneçam em casa e, apresentando sintomas respiratórios intensos busquem atendimento no Centro de Triagem, que fica localizado no Salão Paroquial da Igreja Matriz. Antes de sair de casa, o paciente deve ligar para a Central de Informações Covid-19 no 3631-2010, onde será orientado por profissionais.

Cerca de 20 pessoas forma flagradas em uma festa no interior do município de Maravilha na noite de ontem. O caso foi acompanhado pela Polícia Militar. A festa aconteceu na Linha Barra do Segredo, proximidades da BR-282. A guarnição da PM foi verificar uma denúncia de perturbação do sossego e encontrou um grande grupos de pessoas reunidas. Ao perceber a presença da guarnição, algumas pessoas fugiram para uma área de mata. A PM encontrou maconha para um rapaz. O responsável pela residência vai responder a uma termo circunstanciado porque infringiu o decreto que proibiu aglomeração e reunião de pessoas. O aparelho de som usado na festa também foi apreendido.

A Divisão de Investigação Criminal de São Miguel do Oeste deflagrou, nesta sexta-feira, uma operação para combater o tráfico de drogas na cidade. De acordo com o delegado da DIC, JOÃO WESTPHAL, a ação foi “ataque” relâmpago em seis alvos que eram monitorados pela prática do crime de tráfico. Por volta das seis horas da manhã de ontem, os policiais deram cumprimento a seis mandados judiciais de busca e apreensão. Cinco pessoas foram conduzidas até a DIC: duas foram autuadas em Termos Circunstanciados por posse de entorpecente para consumo próprio e três foram presas em flagrante por posse de munição, tráfico de drogas e por receptação. Os presos foram encaminhados à Unidade Prisional Avançada onde permanecem à disposição da Justiça.

As investigações que resultaram na prisão de três pessoas nesta sexta-feira iniciaram há aproximadamente três meses. De acordo com o delegado coordenador da DIC, JOÃO WESTPHAL, a polícia vinha monitorando os suspeitos de envolvimento com o crime de tráfico de drogas. Ele explicou que no decorrer das diligências foram recuperados diversos objetos de furto ocorrido no ano passado em uma empresa da cidade. Durante a operação de ontem também foram apreendidas munições em uma das residências. Para o cumprimento dos mandados nesta sexta-feira foram mobilizados 34 policiais civis de várias unidades da região. A ação também contou com o apoio do Grupo de Operações com Cães da Polícia Rodoviária Federal e do Canil Setorial da Polícia Militar.

PROGRAMAS

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.