ÁUDIOS
Globo em Foco - Peperi - AM

Globo em Foco sábado 11 05 19

-STF DÁ CINCO DIAS PARA BOLSONARO EXPLICAR NOVO DECRETO DAS ARMAS

-PREFEITURA E ENTIDADE CONFIRMAM CANCELAMENTO DA EFAPI 2019

-MUNICÍPIO JÁ TEM QUASE O MESMO NÚMERO DE FOCOS DA DENGUE QUE 2018

-COMÉRCIO ABRE HOJE A TARDE COM PREVISÃO DE AUMENTO DE VENDAS PARA O DIA DAS MÃES

-NOVA COMPOSIÇÃO DO CONTUR VAI INCENTIVAR TURISMO RURAL E DE EVENTOS

-MULHER SOFRE FERIMENTOS EM QUEDA DE MOTOCICLETA NA SC 305

-ACIDENTE EM TRECHO URBANO DA SC 163 DEIXA UMA PESSOA FERIDA

O tempo é de..... A previsão para as próximas horas é de céu encoberto com chuva. A temperatura pode chegar a 20 graus. A mínima das últimas horas foi de 14 graus.

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou a sexta-feira em alta. O dólar paralelo está cotado em três reais e 95 centavos para a compra e quatro reais e 15 centavos para a venda. O euro está valendo quatro reais e 40 centavos para a compra e quatro reais e 68 centavos para a venda. Já o peso argentino está cotado a oito centavos e meio para a compra e 10 centavos para venda.

A agência de notícias estatal norte-coreana informou nesta sexta-feira que o teste realizado na quinta-feira pelo país foi de um "ataque de longo alcance". A simulação foi ordenada pelo líder da Coreia do Norte, KIM JONG-UM. Segundo o Estado-Maior sul-coreano, na quinta-feira, Pyongyang disparou aparentemente dois mísseis de curto alcance. Os mísseis, que percorreram 270 e 420 quilômetros estão sendo analisados pelos militares sul-coreanos e seus aliados americanos.

Os Estados Unidos impuseram nesta sexta-feira uma elevação nas tarifas sobre 200 bilhões de dólares em produtos importados chineses, uma medida que esfria ainda mais as negociações com Pequim para conter a guerra comercial entre as duas maiores economias mundiais. As tarifas sobre cinco mil categorias de produtos chineses subiram de 10 para 25 por cento. A China lamentou "profundamente" a decisão dos Estados Unidos de aumentar as tarifas e disse que terá que adotar "as contramedidas necessárias", sem dar mais detalhes.

A Venezuela reabriu a fronteira com o Brasil no início da tarde desta sexta-feira após quase três meses. O acesso oficial entre os países foi fechado por ordem do presidente venezuelano NICOLÁS MADURO em 21 de fevereiro. A reabertura também foi confirmada pela Operação Acolhida, que cuida do fluxo migratório em Pacaraima, cidade fronteiriça. O anúncio da reabertura foi feito mais cedo pelo vice-presidente econômico, TARECK EL AISSAMI. Além das fronteiras com o Brasil, também foram abertas as comunicações marítimas e aéreas com a ilha de Aruba.

O ministro CELSO DE MELLO, do Supremo Tribunal Federal, decidiu levar ao plenário da corte ação apresentada pelo Partido Democrático Trabalhista e que questiona o decreto que bloqueou 30 por cento do orçamento geral dos institutos e universidades federais. O ministro também deu dez dias para que o presidente JAIR BOLSONARO preste informações sobre os cortes. CELSO DE MELLO não vai analisar o pedido de liminar para suspender o decreto, como queria a legenda, porque entendeu que o caso deve ser definido diretamente pelos onze ministros da Corte. Há pelo menos cinco ações questionando os cortes nos orçamentos de universidades e institutos na Justiça Federal e mais dois questionamentos no Supremo.

A ministra ROSA WEBER, do Supremo Tribunal Federal, decidiu nesta sexta-feira dar um prazo de cinco dias para que o presidente JAIR BOLSONARO explique o decreto assinado por ele que facilitou o porte de armas para mais categorias. O prazo só começa a conta quando BOLSONORO for notificado da decisão. O decreto facilita o porte de arma para um conjunto de profissões, como advogados, caminhoneiros e políticos eleitos. Além disso, permite que equipamentos de uso restrito das polícias militares, da Polícia Federal e do Exército sejam agora comprados – e usados – por civis que cumprirem os requisitos. O partido Rede Sustentabilidade acionou o Supremo pedindo a anulação do decreto. Para a sigla, o decreto é inconstitucional.

O ministro da Casa Civil, ONYX LORENZONI, afirmou nesta sexta-feira que o governo federal "não vê necessidade" de modificar o decreto que alterou regras sobre armas e munições no país. Segundo o ministro, as equipes técnicas da Presidência e da Casa Civil analisaram o decreto assinado pelo presidente JAIR BOLSONARO na terça-feira e não foram encontradas "inconstitucionalidades" no texto. O chefe da Casa Civil relatou que o governo conversará com a Câmara dos Deputados para "mostrar" que o decreto está "rigorosamente" dentro da Constituição. Ele afirmou que o decreto "ajusta" e "regulamentar" artigos do Estatuto do Desarmamento.

Os trabalhadores que ainda não sacaram o Abono Salarial ano-base 2017 têm até o dia 28 de junho para procurar uma agência bancária e retirar o dinheiro. Em Santa Catarina, 19 mil 109 pessoas com direito ao benefício ainda não resgataram o recurso. O valor disponível para saque chega a 12 milhões de reais. Desde 26 de julho de 2018 já foram pagos 146 mil 781 trabalhadores no estado, o que representa 88 por cento do total. Os valores sacados até oito de maio somam 113 milhões em Santa Catarina. Os empregados da iniciativa privada, vinculados ao PIS, sacam o dinheiro na Caixa. Para os funcionários públicos, a referência é o Banco do Brasil.

A Secretaria de Estado da Fazenda divulgou, nesta sexta-feira, o resultado da operação Dia das Mães, a maior já realizada em Santa Catarina. Nos quatro mil 251 estabelecimentos fiscalizados, em 152 cidades, foram encontradas 975 infrações e emitidos 712 termos. Na regional de São Miguel do Oeste, foram fiscalizados 63 estabelecimentos comerciais. A operação foi realizada em lojas de confecções, acessórios, joalherias, calçados, artigos para o lar, restaurantes, entre outros. Entre as irregularidades encontradas, foi constatada a existência de uma solução de automação comercial que permitia a emissão de documento não fiscal e o respectivo pagamento com cartão de crédito.

A Efapi 2019, Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Chapecó, que seria realizada em outubro, foi cancelada. A não realização da feira foi confirmada oficialmente após reunião entre representantes da Prefeitura de Chapecó e da Sociedade Amigos de Chapecó. Nas últimas décadas, a feira vinha sendo realizada pela Prefeitura, de dois em dois anos. Em 2015, também foi cancelada devido à crise econômica. Nesta edição, a administração municipal resolveu repassar o evento novamente para a SACH, pois a organização demandava muita energia e tempo, envolvendo prefeito, secretários e servidores públicos. Algumas questões jurídicas e burocráticas atrapalharam o andamento da organização e o evento foi cancelado.

O Peperi Debates deste sábado discutiu a falta de infraestrutura rodoviária e como essa questão afeta o desenvolvimento regional. O programa de hoje olhou, especialmente, para a realidade das SCs, ainda mais agora que o estado quer dividir a responsabilidade pela conservação das estradas com as prefeituras. O debate deste sábado contou com a participação do deputado estadual do PR e líder do governo na Assembleia, MAURICIO ESKUDLARK, do vice-presidente regional da Fiesc, ASTOR KIST, do vice-presidente regional da FCDL, EDENILSON ZANARDI e do prefeito de Anchieta, IVAN CANCI. O áudio e as fotos do programa estão no portal da Peperi na internet.

A situação das rodovias estaduais do oeste e extremo-oeste é grave e afeta o setor produtivo que depende dessas ligações com o restante do estado e do país. A afirmação é do vice-presidente da Fiesc, ASTOR KIST. Ele disse que a precariedade das estradas aumenta o custo do transporte e reduz a competitividade das empresas. Na visão do industrial, a solução desse problema passa pelo ajuste fiscal, pela reforma da previdência e pela aplicação correta dos recursos. Ele citou que é preciso pensar em parcerias público-privadas e, até mesmo, a concessão para garantir rodovias de qualidade. KIST disse que a parceria do governo do estado com os municípios para a conservação das SCs pode ser uma boa alternativa para enfrentar esse problema. O vice-presidente da Fiesc também defendeu a retomada do projeto da ferrovia para ligar a região ao litoral de Santa Catarina.

O comércio da região sente diariamente os efeitos das precárias condições das rodovias estaduais. A declaração é do vice-presidente regional da FCDL, EDENILSON ZANARDI. Ele disse que o problema não é isolado, mas se torna mais grave na região. Ele disse que o governo catarinense deveria investir cerca de 300 por cento a mais do que aplica atualmente na conservação das rodovias. Nos últimos anos, a média foi de 37 milhões de reais por ano. ZANARDI disse que a falta de manutenção das SCs encarece em 50 por cento o custo de transporte dos produtos e quem paga por isso, no fim das contas, é o consumidor.O empresário destacou que a solução envolve uma boa gestão dos recursos púbicos a fim de sobrar mais para investimentos no setor rodoviário.

Os problemas das rodovias estaduais afetam toda região, incluindo poderes públicos, população e empreendedores de todos os setores. O comentário é do prefeito de Anchieta, IVAN CANCI. De acordo com ele, a situação é dramática. O prefeito citou que a Ameosc fez um levantamento das SCs da região e concluiu que todas apresentam algum tipo de deterioração. Ele disse que os problemas das estradas atrasam as viagens e geram prejuízos para os municípios. CANCI afirmou que não existe solução mágica e que a reforma da previdência não vai garantir estradas melhores na região. Ele comentou que é preciso rever, por exemplo, a política de isenção fiscal para grandes empresas. Somente no ano passado, Santa Catarina deixou de receber seis bilhões de reais e esse valor faz falta para setores importantes como, por exemplo, as estradas catarinenses.

A precariedade das rodovias estaduais é fruto de descuidos generalizados do poder executivo nos últimos anos. A avaliação é do deputado estadual do PR e líder do governo na assembleia, MAURICO ESKUDLARK. Ele disse que o problema vem se acumulando e agora precisa ser resolvido. O deputado disse que o governo de CARLOS MOISÉS está com boas intenções e anunciou que vai ampliar o investimento nas SCs via parceria com os consórcios dos municípios. Neste ano serão investidos 74 milhões de reais e no ano que vem o valor vai subir para 120 milhões. ESKUDLARK disse que as rodovias estão em péssimas condições, mas aos poucos a situação começa a melhorar. O deputado voltou a defender a estadualização de trechos de rodovias municipais que ligam cidades importantes da região.

Os vereadores aprovaram nesta semana uma moção de repúdio contra o contingenciamento do orçamento das universidade e institutos federais de educação. O documento foi proposto pela vereadora do PT, MARIA TEREZA CAPRA. Ela disse que a decisão de suspender 30 por cento dos recursos destinados para as instituições federais de ensino vai provocar sérias consequências, inclusive para a educação pública de São Miguel do Oeste. TEREZA afirmou que o dia-a-dia do campus do Instituto Federal de São Miguel do Oeste será afetado e pode faltar recursos para o custeio básico da escola. Na visão da vereadora, a intenção do governo federal é desmontar e enfraquecer a educação pública no país. A moção de repúdio foi aprovada por unanimidade.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia vai promover na próxima terça-feira a décima terceira edição do Congresso Estadual dos Profissionais que atuam em Santa Catarina. O objetivo do CREA é mobilizar a participação dos profissionais no debate sobre as propostas e projetos para o desenvolvimento do país. O tema do evento deste ano é “Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional”. Em Santa Catarina serão realizados 11 encontros regionais preparatórios, com apoio da Mútua Caixa de Assistência dos Profissionais do CREA. O encontro de São Miguel vai ocorrer na inspetoria do conselho a partir das seis horas da tarde da próxima terça-feira.

Durante o encontro estadual da Crea na próxima semana também serão eleitos os delegados que irão representar Santa Catarina no Congresso Nacional de Profissionais. O evento nacional será de 19 a 21 de setembro, em Palmas, Tocantins. O engenheiro agrônomo, DOUGLAS PATEL, diretor regional do CREA, disse que a atuação do Sistema ConfeaCrea e as prioridades para o próximos anos serão pautadas a partir do que for definido nos encontros estaduais e nacional. Entre os temas em debate estão o papel da Engenharia e da Agronomia na utilização e aproveitamento de recursos naturais com sustentabilidade e a governança da política de infraestrutura brasileira sob a ótica da Engenharia.

A justiça eleitoral prorrogou o prazo para a revisão do eleitorado no município de Belmonte. De acordo com o chefe do cartório eleitoral, ANGELO PASQUALI, a data limite, prevista para o dia 28 de junho, foi postergada para o dia oito de novembro de 2019. Com isso, os eleitores de Belmonte ganharam mais quatro meses para ir ao cartório e fazer o recadastramento. Para os demais municípios em revisão do eleitorado, o prazo final segue no dia 28 de junho.

O município de São Miguel do Oeste já registrou mais de 520 focos do mosquito da dengue neste ano. A atualização do avanço do mosquito que transmite a dengue foi divulgada pelo coordenador da equipe de combate a dengue da secretaria de Saúde, CÉLIO SILVA. Segundo ele, ao todo, já são 523 focos desde janeiro. Ele disse que a quantidade de registros é praticamente a mesma do ano passado. Durante todo o ano de 2018, o município teve 524 focos do mosquito, apenas um a mais do que neste ano. SILVA comentou que houve uma redução no número de focos nas últimas semanas, mas a quantidade e a presença do mosquito é muito preocupante.

A equipe de combate à dengue está promovendo uma ação nos bairros de São Miguel do Oeste com a finalidade de diminuir o número de focos do mosquito da dengue. O trabalho já ocorreu no bairro São Sebastião e hoje foi realizado no Bairro Estrela. Ele explicou que essa atividade foi na parte da manhã e consistiu na recolha de pneus e objetos. O profissional revelou que essa ação é uma maneira de envolver a população na luta contra a dengue. CÉLIO SILVA antecipou que o aparelho solicitado para auxiliar na vistoria de calhas e caixas d’água já foi licitado e deverá ser comprado na próxima semana. Ele acredita que com ações desse porte e a chegada do inverno, os índices de focos vão diminuir consideravelmente.

A nova composição do Conselho Municipal de Turismo foi empossada nesta semana no município. A entidade é formada por representantes de órgãos públicos e da iniciativa privada. O conselho é composto por 16 membros, entre titulares e suplentes, indicados pelo Poder Público Municipal e Sociedade Civil, representando setores como hospedagem, gastronomia, esportes a motor, sindicatos, Epagri e Conselho das Entidades. A nova presidente é a extensionista da Epagri, LEONILDA VILANI. De acordo com ela, o conselho está passando por um processo de reestruturação com o objetivo de estimular o turismo local com o foco alinhado as ações regionais.

O Conselho Municipal de Turismo foi criado em 1998 e teve uma trajetória marcada por “altos e baixos”. A afirmação é da nova presidente do Contur, LEONILDA VILANI. Ela disse que o órgão teve avanços e progressos, mas também enfrentou dificuldades e problemas ao longo desses 20 anos. LEONILDA explicou que o conselho atua no planejamento de ações para estimular a atividade turística no município. Ela disse que o Contur não tem um orçamento específico, mas atua junto com as secretarias de Cultura e Desenvolvimento Sustentável que têm recursos para a execução das propostas do conselho. Um dos objetivos é fortalecer setores com maior potencial turístico no município.

A nova composição do Contur já definiu as três primeiras linhas de ação do órgão. De acordo com a presidente da entidade, LEONILDA VILANI, o conselho vai trabalhar na elaboração do Regimento do Conselho, a construção de um plano de trabalho e a organização da documentação necessária para cadastrar o município de São Miguel do Oeste no Mapa do Turismo de Santa Catarina. A primeira reunião do grupo para discussão do plano de trabalho está marcada para quinta-feira da semana que vem na prefeitura. O encontro vai apontar as primeiras ações da nova composição do conselho de turismo.

O comércio de São Miguel do Oeste espera um aumento de vendas entre dois e três por cento no volume de vendas de presentes para o dia das mães deste ano. A projeção foi feita nesta semana pelo presidente da CDL, IVANDRO SPENGLER. De acordo com ele, o movimento foi bom na manhã de hoje e a expectativa é de que muitos comerciantes procurem as lojas da cidade para a compra dos presentes. O comércio vai atender até as quatro horas da tarde. O presidente da entidade disse que o dia das Mães é uma das datas mais importante do ano para o setor e as empresas se preparam para este momento.

As lojas do comércio de São Miguel do Oest estão retomando uma prática tradicional para atrair os clientes do município. De acordo com o presidente da CDL, IVANDRO SPENGLER, o índice de vendas com pagamento parcelado no crediário da própria empresa está aumentando. Ele destacou que apesar do crescimento do uso do cartão de crédito, a ficha do cliente voltou a ser usada com mais força na cidade. Comerciantes e consumidores estão optando por essa modalidade de pagamento.

A CDL emitiu um alerta nesta sexta-feira sobre o pagamento de compras com notas no comércio de São Miguel do Oeste. Nesta sexta-feira, dois supermercados e uma fruteira identificaram pagamentos feitos com cédulas falsas. Ao todo, o comércio recebeu três notas falsas de cem reais. O presidente da CDL, IVANDRO SPENGLER disse que os golpistas aproveitam o maior movimento de consumidores em razão do dia das Mães para repassar notas falsificadas. Ele disse que os comerciantes e funcionários das lojas devem ficar atentos e confirmar a veracidade das notas. Além disso, os empresários devem registrar o boletim de ocorrência na delegacia de polícia.

Um acidente do trecho urbano da SC 163 deixou uma mulher ferida nesta sexta-feira em Iporã do Oeste. A colisão envolveu uma moto Lead e um carro de passeio por volta do meio-dia na avenida Gustavo Fetter. Os bombeiros atenderam a condutora da moto que bateu na traseira do carro. Ela teve um corte profundo na cabeça e recebeu os primeiros socorros no local do acidente. A mulher foi levada para o Hospital Nossa Senhora das Mercês de Iporã do Oeste.

Uma mulher ficou ferida ao sofre uma queda de motocicleta nesta sexta-feira na SC 305. O acidente aconteceu por volta da uma e meia da tarde em Campo Erê e envolveu uma moto Twister, placa de São Lourenço do Oeste. A condutora da moto, uma mulher de 36 anos, perdeu o controle da direção e caiu. Ela sofreu ferimentos no abdômen, nos braços e nas pernas, além de suspeita de fratura no nariz. A motociclista foi ao hospital Santo Antônio em Campo Erê onde recebeu atendimento.

PROGRAMAS

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.