ÁUDIOS
Globo em Foco - Peperi - AM

Globo em Foco sábado 11 04 2020

-MINISTÉRIO DA SAÚDE APONTA NÍVEL DE ATENÇÃO PARA SC EM RELAÇÃO AO CORONAVÍRUS

-GOVERNO REGISTRA 290 MIL ACORDOS DE REDUÇÃO SALARIAL OU SUSPENSÃO DE TRABALHO

-ENTIDADES E EMPRESAS PROMOVEM AÇÕES VOLUNTÁRIAS CONTRA PANDEMIA DO NOVO VÍRUS

-MUNICÍPIOS DA AMEOSC VÃO RECEBER 865 MIL REAIS DA UNIÃO PARA COMBATE AO COVID-19

-SÃO MIGUEL DO OESTE VAI FICAR COM 35 POR CENTO DESSE VALOR

-PRE PROJETA POUCO MOVIMENTO NAS RODOVIAS DURANTE O FERIADÃO DE PÁSCOA

-HOMEM ASSALTA AGRICULTOR E ROUBA MOTO. POLÍCIA PROCURA SUSPEITO PELA REGIÃO

O tempo é de..... A previsão para as próximas horas é de sol. A temperatura pode chegar a 24 graus. A mínima das últimas horas foi de 11 graus.

O dólar paralelo está cotado a quatro reais e 70 centavos para a compra e cinco reais e 15 centavos para a venda. O euro está valendo cinco reais e 30 centavos para a compra e cinco reais e 60 centavos para a venda. Já o peso argentino está cotado a seis centavos para a compra e sete centavos para venda.

A Espanha registrou nas últimas 24 horas 510 mortes provocadas pelo novo coronavírus, o menor balanço em 19 dias. Esse foi o terceiro dia consecutivo de queda, segundo informou o Ministério da Saúde espanhol neste sábado. O país, que é o segundo com maior número de mortes na Europa, já tem mais de 161 mil e 800 infectados e 15 mil e 800 mortos por causa da Covid-19, a doença provocada pelo Sars-Cov-2. No Reino Unido, o primeiro ministro britânico BORIS JOHNSON, que chegou a ser internado em uma Unidade de Terapia Intensiva com Covid-19, continua se recuperando no hospital.

Com 500 mil 399, os Estados Unidos chegaram a mais de meio milhão de casos de coronavírus nesta sexta-feira e também estão prestes a se tornar o país com mais mortes causadas pela Covid-19 em todo o mundo. Segundo a universidade Johns Hopkins, já foram registrados 18 mil 693 óbitos no país, apenas 156 a menos do que a Itália. Nesta sexta, os Estados Unidos bateram um novo recorde e foram o primeiro país a registrar mais de duas mil mortes em um período de 24 horas: foram duas mil 108. Os maiores números nos Estados Unidos estão no estado de Nova York com 174 mil 481 casos e sete mil 884 mortes.

O presidente da Argentina, ALBERTO FERNÁNDEZ, decidiu por manter o período de quarentena no país até 26 de abril. Em coletiva de imprensa, o presidente informou que essa é a principal medida para desacelerar o sistema de contágio da Covid-19. O governo decretou "quarentena total" em 20 de março para combater a transmissão do novo coronavírus. Inicialmente, a restrição praticamente completa na circulação de pessoas tinha sido definida até 30 de março. A Argentina tem mil 975 casos confirmados e 85 mortes.

Parlamentares com trânsito no Palácio do Planalto e dirigentes partidários estimam adiar para o dia 15 de novembro a realização do primeiro turno das eleições municipais, caso a pandemia do coronavírus não arrefeça até junho, data final para decisão. Pela proposta em debate, o primeiro turno seria adiado em 42 dias. Já o segundo turno aconteceria em seis de dezembro ou, no máximo, no domingo seguinte. Nesse caso, as convenções partidárias, programadas para julho, ocorreriam em agosto. Presidentes de MDB, PSDB, DEM, PSD, Republicamos, PL, PP, Solidariedade e Avante, que participaram dos encontros, admitem o adiamento das eleições para novembro. O TSE ainda não se pronunciou sobre o assunto.

O número de acordos entre patrão e empregado para redução de jornada, com corte proporcional de salário, ou suspensão temporária do contrato na crise do novo coronavírus saltou para 290 mil até esta quinta-feira. No começo da semana, eram menos de 10 mil. Os dados são do Ministério da Economia, que faz o registro das tratativas para poder pagar o benefício de complementação de renda do trabalhador que tiver redução salarial na pandemia. Esse forte aumento ocorre apesar de o ministro RICARDO LEWANDOWSKI, do Supremo Tribunal Federal, ter decidido, na segunda-feira, que os acordos individuais -direto entre empregador e funcionário–precisam ser validados pelos sindicatos. A flexibilização das regras para acordos trabalhistas é, segundo o ministro PAULO GUEDES, uma medida para evitar demissões em massa durante a crise provocada pela Covid-19.

A Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, superou a marca de mil mortes no Brasil nesta sexta-feira. Balanço do Ministério da Saúde aponta o total de mil e 56 mortes e 19 mil 638 casos confirmados. O país chegou a este número 44 dias após o primeiro caso registrado no país e 24 dias após após o registro da primeira morte. Os estados com mais mortes são: São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Ceará e Amazonas, respectivamente. Os estados com menos mortes são: Acre, Amapá, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Roraima, Alagoas e Sergipe. Tocantins é o único estado que não registrou mortes.

A Justiça de Santa Catarina negou o pedido para que policiais civis trabalhem de maneira remota durante a pandemia de coronavírus. A ação solicitava que, enquanto os profissionais não recebessem álcool 70 por cento, luvas e máscaras, evitassem sair às ruas. Também foi pedido pelo sindicato que representa a categoria que os policiais pertencentes ao grupo de risco exercessem as funções em home office. A decisão é do juiz JEFFERSON ZANINI, da segunda Vara da Fazenda Pública da Comarca de Florianópolis. No texto ele argumenta que "a segurança pública, por ser considerada atividade essencial, deve ter a sua continuidade assegurada mesmo nas situações de emergência ou de calamidade pública". O Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina, autor da ação, lamentou a decisão da Justiça.

O boletim do Ministério da Saúde desta sexta-feira coloca Santa Catarina como um estado em nível de atenção por causa da incidência de casos do novo coronavírus. Segundo os dados, Santa Catarina apresenta coeficiente de nove vírgula seis casos a cada 100 mil habitantes do Estado. O índice é superior à incidência nacional de casos no Brasil, que é de nove vírgula três casos confirmados para cada grupo de 100 mil moradores. Por registrar incidência maior que a nacional, Santa Catarina é classificada como local em nível de atenção. Na comparação entre todos os Estados, Santa Catarina tem proporcionalmente a oitava maior incidência do novo coronavírus no Brasil.

Ao completar cinco semanas da primeira confirmação de coronavírus em Santa Catarina, o número de pacientes contaminados pela doença em todo o estado passa de 700. No entanto, ao contrário do quadro apresentado ao longo da semana, o crescimento nos números foi menor dessa vez. Nesta sexta-feira, são 717 casos positivados para Covid-19, 24 a mais do que no dia anterior. O número de mortes continua em 18, segundo o governo do Estado. 80 pacientes positivados para coronavírus deram alta de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo e seguem hospitalizados em enfermaria. Continuam em leitos de UTI 118 pacientes, 78 com uso de ventilação mecânica, 19 sem uso de aparelhos e 21 casos seguem sem informação.

Terminou na última semana o período chamado de “janela partidária” onde os vereadores puderam mudar de partido sem perder os mandatos conquistados na última eleição. Em vários municípios da região, vários vereadores acabaram realizando essa ação. Em Bandeirante não foi diferente, e com essa troca de partido, a oposição que até então era minoria passou a contar com a maioria das cadeiras. De acordo com o presidente do Cidadania e também vereador, AMÉLIO DEMOSSI a partir de agora, o prefeito CELSO BIEGELMEIER do Partido dos Trabalhadores terá a minoria do legislativo do município.

A filiação ocorrida nos últimos dias que tornou a oposição com a maioria na Câmara de Vereadores de Bandeirante foi do atual presidente do legislativo, MARCIANO PERASSOLI. A informação é do presidente do Cidadania e também vereador, AMÉLIO DEMOSSI. Conforme ele, a sigla que possuía apenas duas cadeiras passou a contar com três nomes com a vinda de PERASSOLI. Segundo DEMOSSI, o atual presidente era do partido do atual prefeito e foi o vereador mais votado do município na última eleição. AMÉLIO DEMOSSI lembrou que o período de troca partidária já terminou, porém o trabalho segue no município visando sempre o bom andamento do trabalho em Bandeirante.

A Cooperoeste Terra Viva vai realizar nas próximas semanas a doação de leite para diversas entidades da região Extremo Oeste e também do estado de Santa Catarina. A informação é do presidente da cooperativa, SEBASTIÃO VILANOVA. De acordo com ele, a decisão partiu na última semana após algumas reuniões com os diretores da cooperativa. Conforme ele, o momento é de extrema dificuldade e por isso a empresa decidiu contribuir para amenizar de alguma forma os impactos causados pela pandemia do novo Coronavírus.

As doações de leite que serão feitas pela Cooperoeste Terra Viva vão durar por pelo menos 90 dias. A afirmação é do presidente da empresa, SEBASTIÃO VILANOVA. Segundo ele, entre as entidades beneficiadas estão o Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste e a Associação Hospitalar Beneficente São Lucas de Guaraciaba. Além desses, VILANOVA destacou que a Paróquia São Miguel Arcanjo também vai receber o produto. O presidente ressaltou que a empresa também vai realizar a entrega de cestas básicas para o município de Dionísio Cerqueira, além de distribuir mantimentos para os assentamentos espalhados pelo estado de Santa Catarina.

A Cooperoeste Terra Viva vai realizar a entrega de mais de três mil litros de leite nos próximos três meses. O comentário é do presidente da cooperativa, SEBASTIÃO VILANOVA. Ele disse que ao todo, serão três mil e 500 litros distribuídos por todo o estado. O presidente revelou que algumas regiões já receberam o produto. VILANOVA declarou que para os hospitais de São Miguel do Oeste e Guaraciaba a entrega vai ocorrer na próxima segunda-feira.

O programa Boa Tarde Peperi de quinta-feira apresentou um material produzido com entidades e empresas que estão desenvolvendo ações voluntárias para enfrentar a pandemia do coronavírus. São iniciativas que envolvem a sociedade civil e que tem o objetivo de auxiliar os órgãos públicos que atuam para evitar os casos de Covid 19, reforçar a proteção dos profissionais da saúde ou melhorar a estrutura de atendimento das pessoas que forem acometidas pela doença. As entrevistas foram apresentadas no quadro Ponto e Contra ponto e mostraram as ações realizadas para a doação de álcool em gel, equipamentos de proteção individual e aparelhos para o hospital regional Terezinha Gaio Basso.

A Unoesc resolveu produzir e doar álcool em gel para o Hospital Regional e a secretaria de Saúde diante da dificuldade em comprar esse tipo de produto no mercado. A afirmação é do coordenador do curso de Farmácia, EDUARDO CHIELLI. Ele explicou que foram doados mil e cem frascos de álcool em gel e a universidade pretende fazer uma nova doação, mas depende da aquisição da matéria prima. O problema é que faltam materiais para a fabricação de álcool em gel. Para o professor, esse envolvimento de entidades e instituições é fundamental para enfrentar a pandemia de coronavírus. Ele afirmou que o momento exige um esforço adicional de todos.

A JCI lançou uma campanha para produzir equipamentos de proteção para os profissionais de saúde que estão na linha de frente de combate ao coronavirus. De acordo com a integrante da Camara Junior, JAQUELINE DECKER, a entidade criou um site para cadastrar voluntários que tem à disposição para confeccionar as máscaras para os profissionais dos hospitais. A ideia surgiu no ateliê que ela tem em São Miguel do Oeste. Até agora já foram produzidas sete mil máscaras e já foram doados TNT para a produção de mais sete mil máscaras. Ela destacou que as entidades também estão preocupadas com o coronavírus e sabem que não dá para ficar esperando tudo do governo. JAQUELINE reforçou que essa iniciativa social de fazer o que é correto é muito importante.

A sociedade de São Miguel do Oeste está deixando de lado as questões pessoais e se envolvendo em iniciativas para o bem de todos. A avaliação é do empresário IRTON LAMB. Ele tem uma fábrica de confecções que produziu cerca de 11 mil e 500 máscaras em malha para doação. Segundo LAMB, é na dificuldade que a população mostra que é solidária. Ele disse ao programa Boa Tarde Peperi que se todos colaborarem, antes a comunidade vai superar esse momento de dificuldade gerado pelo avanço do coronavírus. Para o empresário, esse envolvimento das empresas e entidades é fundamental para auxiliar o poder público a vencer a pandemia de Covid-19.

A Acismo e outras entidades estão realizando uma série de ações porque perceberam a necessidade de uma participação mais efetiva da sociedade diante da evolução do coronavírus. A declaração é do coordenador do Fundo Emergencial Coronavírus, JOACIR DALVITT. Ele disse que os 500 kits de teste rápido de Covid comprados em São Paulo estarão disponíveis até o dia 27. O grupo está verificando a melhor forma de trazer o material para a região o mais rápido possível. Agora, a meta é a compra de dois respiradores para o Hospital Regional. As entidade já arrecadou 258 mil reais de doações da comunidade e aplicou 62 mil para a compra dos testes de Covid-19. O grupo já tem o valor para a compra dos dois respiradores que deve ocorrer até a semana que vem. Os dois equipamentos são usados e estão recebendo os últimos testes antes da instalação no Hospital Regional.

A pandemia do coronavirus mostra como o município de São Miguel do Oeste tem pessoas e entidades que se preocupam com as questões coletivas. O comentário é do coordenador do Fundo Emergencial Coronavírus, JOACIR DALVITT. De acordo com ele, é nessas horas que a comunidade mostra que está preocupada com a saúde dos seus moradores e se envolve para enfrentar uma questão que pode atingir toda a sociedade.

Em portaria divulgada nesta quinta-feira, o Ministério da Saúde anunciou a liberação de 133 milhões para o setor público catarinense destinar à saúde para tratar o coronavírus. Desse montante, 44 milhões são para o governo do Estado e 89 milhões para os municípios. A maior distribuição de recursos foi para cidades que são polos regionais no atendimento à saúde, com grandes hospitais municipais. O recurso vem para as prefeitura e deve ser usado para o custeio das ações e serviços relacionados à atenção primária à saúde e à assistência ambulatorial e hospitalar decorrente do coronavírus - COVID 19. Os 19 municípios da região da Ameosc vão receber um total de 865 mil reais.

O município de São Miguel do Oeste vai receber cerca de 307 mil reais do Ministério da Saúde para as ações de combate ao coronavírus. O valor consta na portaria publicada na quinta-feira no Diário Oficial da União. A quantia corresponde a 35 por cento do total liberado para a região da Ameosc. Depois, aparece o município de Dionísio Cerqueira que vai receber 147 mil e 800 reais. Mondaí terá um repasse de 62 mil 597 reais, enquanto que Itapiranga receberá 52 mil 835 reais. A cota do município de São José do Cedro será de 49 mil reais. Palma Sola, que vai receber 36 mil e 700 reais completa a lista das cinco cidades com maior valor repassado pelo Ministério da Saúde.

Os prefeitos da Associação dos municípios do Entre Rios assinaram uma carta aberta ao governador de Santa Catarina. No texto, os prefeitos dos 17 municípios integrantes da Associação da região de Maravilha tentam sensibilizar CARLOS MOISES DA SILVA r em relação a retomada das atividades do comércio. No documento, os prefeitos citam que na região da Amerios ainda não há casos confirmados da Covid19 e que as empresas poderiam reabrir com os devido cuidados para evitar a transmissão do vírus. Eles reforçam que não haverá descumprimento das medidas preventivas descritas no decreto do governador.

O município de São Miguel do Oeste ainda tem dois casos suspeitos de coronavírus em investigação. Os dois pacientes coletaram o material para exame e aguardam o resultado do Lacen, Laboratório Central do Estado. A informação está no boletim epidemiológico divulgado no final da tarde de ontem pelo município. Outros 17 casos já foram descartados. 34 moradores com sintomas respiratórios ainda permanecem em isolamento domiciliar. 76 pessoas que estavam sendo monitoradas pelo comitê do coronavírus já foram liberadas do isolamento.

A Polícia Militar Rodoviária Estadual vai realizar até segunda-feira a Operação Semana Santa 2020. O trabalho especial de fiscalização das SCs da região iniciou as seis horas da tarde de quarta-feira. Conforme o comandante da terceira companhia de Polícia Militar Rodoviária, capitão DEIBER HAEFLIGER, o objetivo da operação é garantir um tráfego seguro aos usuários das rodovias, considerando que durante o período prolongado do feriado da Semana Santa e de Páscoa, aumenta o fluxo de veículos. Na abrangência da terceira companhia, nos três postos de Iporã do Oeste, São Lourenço do Oeste e Bom Jesus, são quase 900 quilômetros a serem patrulhados. O comandante citou que o foco será a prevenção e repressão ao excesso de velocidade, ultrapassagens proibidas e embriaguez ao volante. Ele lembra que a orientação é que as pessoas permaneçam em isolamento social, mas se for necessário viajar, que sejam respeitadas as regras de trânsito.

Com a redução no fluxo de veículos nas rodovias, devido a quarentena, a Polícia Militar Rodoviária Estadual espera uma redução significativa no número de ocorrências na Operação Semana Santa deste ano. No ano passado foram registrados nas rodovias estaduais 66 acidentes, destes 37 com vítimas e 59 sem vítimas, envolvendo 160 veículos e causando ferimentos em 56 pessoas e três mortes. O capitão DEIBER HAEFLIGER ressaltou que a queda na circulação de veículos nas rodovias deve ser de 40 a 70 por cento inferior a dias normais. A maior preocupação ainda é com os abusos no trânsito, como excesso de velocidade. Ele disse que a polícia tem flagrado carros transitando a mais de 140 quilômetros por hora, onde o permitido é de 80. Em função disso, os três postos irão aumentar a fiscalização para reforçar o combate as infrações de trânsito.

A Polícia Militar está procurando um homem que assaltou um agricultor na tarde de ontem no interior do município de Belmonte. O crime aconteceu por volta das sete horas da noite. De acordo com a Policia Militar, o homem chegou na propriedade, que fica na Linha Tabajara, e contou que estava com um grupo de amigos na beira do rio que queria voltar para casa. Ele foi até a casa do agricultor, supostamente, para pedir carona. A vítima atendeu ao pedido, uma vez que conhecia o homem. No meio do caminho, o criminoso anunciou o assalto. Armado com uma faca, ele rendeu o agricultor, o amarrou em uma árvore e fugiu com a moto. A vítima conseguiu tirar a mordaça e gritar por socorro. Vizinhos encontraram o homem e o soltaram.

O homem que assaltou um agricultor e roubou uma motocicleta sofreu um acidente durante a fuga. A Polícia Militar foi chamada logo depois do crime e começou as buscas pelo suspeito. De acordo com a PM, ele seguiu em direção a Linha Cotovelo, interior do município de Itapiranga. O suspeito perdeucontrole da direção e sofreu uma queda na localidade. Ele abandonou a moto e fugiu em direção à uma área de mata. A polícia recuperou a motocicleta e segue as buscas para tentar localizar e prender o autor do assalto.

PROGRAMAS

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.