ÁUDIOS
Globo em Foco - Peperi - AM

Globo em Foco segunda-feira 11 02 2019

-REFORMA DA PREVIDÊNCIA DEVE SER VOTADA SOMENTE EM AGOSTO

-PROJETO VISA PROIBIR FISCALIZAÇÃO COM RADARES NAS RODOVIAS CATARINENSES

-DECISÃO DO GOVERNO SOBRE IMPORTAÇÃO DO LEITE DEIXA FETAESC INDIGNADA

-REALIZADA PRIMEIRA CAPTAÇÃO DE ÓRGÃOS DO ANO NO HOSPITAL REGIONAL

-AÇÕES DA PREFEITURA SÃO APROVADAS POR MAIS DE 80 POR CENTO DA POPULAÇÃO

-PAI E FILHO SÃO DETIDOS APÓS BRIGA DURANTE A MADRUGADA

-JOVEM MORRE APÓS COLISÃO ENTRE MOTOCICLETA E CAMINHÃO

O tempo na região Extremo Oeste é bom. A previsão para as próximas horas é de sol entre nuvens com possibilidade de pancadas de chuva durante a tarde e noite. A mínima das últimas horas foi de 23 graus e a máxima deve ser de 31 graus. Agora, na Central de Jornalismo da Peperi, ... graus. Umidade relativa do ar ... por cento.

A Bolsa de Valores de São Paulo começou a semana em queda. O dólar paralelo está cotado em três reais e 60 centavos para a compra e três reais e 90 centavos para a venda. O euro está valendo quatro reais e 40 centavos para a compra e quatro reais e 60 centavos para a venda. Já o peso argentino está cotado a nove centavos para a compra e 10 vírgula cinco centavos para venda.

Ao menos 99 pessoas morreram e dezenas foram hospitalizadas nos últimos três dias em dois estados do norte da Índia após ingerirem álcool tóxico. O balanço foi anunciado pelas autoridades nesta segunda-feira. A polícia suspeita que contrabandistas tenham misturado metanol à bebida Moonshine, uma espécie de licor barato feito localmente, comum em partes rurais do país. Se ingerido em grandes quantidades, o metanol pode causar cegueira, danos no fígado e morte. Amostras do destilado enviadas a um laboratório para testes e 66 supostos contrabandistas foram presos. Relatos de jornais dizem que cerca de três mil pessoas ligadas ao comércio ilegal foram detidas em Uttar Pradesh depois da tragédia. Centenas de pessoas morrem todos os anos na Índia devido ao consumo de álcool tóxico.

Os Estados Unidos propuseram ao Conselho de Segurança das Nações Unidas um projeto de resolução sobre a Venezuela, pedindo a facilitação da entrega de ajuda humanitária internacional e o compromisso com novas eleições presidenciais. A Rússia se opôs ao texto. O projeto americano, expressa o pleno apoio do Conselho de Segurança à Assembleia Nacional venezuelana, que considera a única instituição democraticamente eleita no país. O texto pede um processo político que conduza a eleições presidenciais livres, justas e confiáveis. O projeto de resolução solicita também ao secretário-geral da ONU, ANTONIO GUTERRES, que utilize seus bons ofícios para conseguir esse processo eleitoral, evitando uma deterioração extra da situação humanitária. Washington não divulgou nenhuma data para votar o texto e, segundo um diplomata, as negociações continuam.

Milhares de pessoas se manifestaram no final de semana em Roma. Elas foram convocadas pelos principais sindicatos italianos, que pedem uma política real de crescimento e respeito por parte do governo populista.Os manifestantes pedem um plano maciço de investimentos públicos e privados e reformas mais ambiciosas do que as propostas pelo governo sindical da Liga e pelo Movimento das Cinco Estrelas. Para os sindicatos, o plano de investimentos é muito tímido, sua reforma da aposentadoria é muito limitada, e sua renda cidadã é considerada uma medida híbrida que não favorece a luta contra a pobreza e o desemprego. Essa mobilização sindical é a mais importante desde as manifestações no final de 2014 e início de 2015 contra a reforma trabalhista do governo de MATTEO RENZI.

A Justiça aceitou neste domingo a denúncia no âmbito da Operação Integração, que investiga pagamento de propina ao ex-governador do Paraná, BETO RICHA do PSDB e outros agentes públicos por empresas de pedágio do estado.Além dele, outras nove pessoas viraram réus por crimes como organização criminosa e corrupção passiva. Segundo o Ministério Público Federal, o esquema desviou mais de oito bilhões de reais por meio do aumento de tarifas de pedágio do Anel de Integração, e de obras rodoviárias não executadas. A propina paga em troca dos benefícios, conforme os procuradores, foi estimada em pelo menos 35 milhões. A defesa diz que o ex-governador não cometeu irregularidades e que sempre esteve à disposição para prestar esclarecimentos.

O presidente JAIR BOLSONARO decidiu conceder o indulto para presos com doenças graves e doentes terminais. O decreto, no entanto, proíbe o indulto aos condenados por corrupção, crimes hediondos, de tortura, entre outros. BOLSONARO assinou o decreto no hospital Albert Einstein. Ele será publicado na edição de hoje do Diário Oficial da União. O texto prevê indulto nos casos de paraplegia, tetraplegia, cegueira, doença grave, permanente, entre outros. Condenados por crimes hediondos estão excluídos do induto. A medida é geralmente concedida todos os anos, em período próximo ao Natal. A prática está prevista na Constituição como atribuição exclusiva do presidente da República.

Assim que se recuperar da cirurgia, o presidente JAIR BOLSONARO vai chamar as bancadas e líderes de partidos para discutir os ajustes finais da reforma da Previdência. O presidente quer uma conciliação na questão da idade para a aposentadoria. O vice-presidente HAMILTON MOURÃO disse que quando o presidente conversar com as bancadas, o gesto dará uma amaciada no terreno para a aprovação da reforma. Na previsão dele, se houver uma concertação com os políticos, a Previdência estará aprovada em agosto, tanto na Câmara quanto no Senado.

O primeiro projeto apresentado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina em 2019 visa proibir o uso de radares móveis, estáticos e fixos nas rodovias estaduais. O texto é de autoria do deputado VALDIR COBALCHINI do MDB. Se aprovada, a proposta vai contra o que prevê o Conselho Nacional de Trânsito. Especialistas defendem que os parlamentares deveriam fiscalizar a boa aplicação dos recursos obtidos na fiscalização das infrações e não manter o discurso da indústria da multa. O projeto deverá ser analisado pelos parlamentares.

O governador CARLOS MOISÉS DA SILVA confirmou na última semana a troca do comando-geral do Corpo de Bombeiros Militar e a prorrogação do concurso de soldados da corporação de 2017 por mais um ano. Ele venceria no próximo mês. Os 292 excedentes comemoraram a decisão. Outro anúncio do governador é do uso de dois bombeiros comunitários em cada unidade do Estado. A medida visa diminuir a falta de efetivo no território catarinense.

Enquanto as exportações de frango brasileiras tiveram queda no mês passado, em Santa Catarina houve crescimento de quatro por cento em volume e faturamento. No Brasil a redução foi de 13 por cento no faturamento e 15 por cento em volume em relação a janeiro do ano passado. O estado catarinense exportou 72 mil toneladas, totalizando 125 milhões de dólares, o que responde por 26 por cento e 28 por cento dos embarques do Brasil. O Japão é o maior comprador, seguido por Arábia Saudita e China. O frango representa 20 por cento de tudo o que Santa Catarina exporta.

Recuperação de estradas é uma prioridade da administração Municipal de Anchieta. O prefeito IVAN CANCI, lembrou que nos primeiros dois anos de sua gestão, reforçou a base das vias com cascalho. Mais recentemente foram alargados vários trechos, com drenagem nos bueiros. Ele disse que o trabalho vai continuar nesse ano. Isso tudo, comenta ele, foi um problema por 30 anos no município. As providências vão garantir mais qualidade e durabilidade das estradas. CANCI disse que a cada quatro meses a equipe vai realizar o trabalho de patrolamento nas estradas gerais. Ele lembrou que as estradas menores vão receber as máquinas duas vezes por ano.

Pelo menos três comunidades receberam nos últimos dias a visita da equipe completa do Departamento municipal de estradas e rodagens. De acordo com o prefeito IVAN CANCI, as linhas São Paulo, São Luiz e Medianeira foram beneficiadas com os trabalhos. Assim que o grupo terminar com os serviços, os profissionais vão se deslocar para outras comunidades. Estão na lista, Aparecida e Salete. CANCI disse que os trabalhadores da prefeitura estão aproveitando para recuperar mais de 20 pontes e pontilhões, danificados pelas enxurradas do ano passado.

O setor de Tributação da Prefeitura de Descanso definiu na última semana o calendário de pagamento de impostos. O Imposto Predial e Territorial Urbano, taxa de licença e localização, ISSQN Fixo e alvará sanitário referente ao exercício 2019 já podem ser consultados pelo site www.descanso.sc.gov.br no ícone Serviços Online Tributação. Conforme a Administração, o IPTU possui cota única com 10 por cento de desconto. A primeira parcela tem vencimento no dia 15 de maio. Já o alvará sanitário é parcela única e deve ser paga até o dia 20 de março. Em relação à taxa de licença e localização, a mesma pode ser paga em cota única com 10 por cento de desconto. A primeira parcela vence em 20 de março. Segundo o governo de Descanso, o ISSQN Fixo, terá12 parcelas, sendo o vencimento sempre no dia 20 de cada mês e com primeiro pagamento para 20 de março.

Foi realizada neste final de semana a primeira captação de órgãos do ano de 2019 do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso de São Miguel do Oeste. A paciente, uma mulher de 61 anos, de Chapecó, foi transferida de Maravilha para São Miguel do Oeste na última terça-feira, após uma parada cardiorrespiratória ocorrida no dia 29 de janeiro. A morte encefálica foi confirmada e a família autorizou a doação de órgãos. A enfermeira coordenadora da Unidade de Terapia Intensiva, ANDREIA FIORINI, lembrou que a ação da família salvou outras vidas. O processo foi coordenado pela SC Transplantes que regula a fila e recebimento dos órgãos no Estado, trabalhando em conjunto com Comissão Hospitalar de Transplantes do Hospital Regional de São Miguel do Oeste.

A Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina está indignada com a decisão do governo federal que visa retirar a tarifa antidumping sobre a importação de leite em pó, integral e desnatado da União Europeia e Nova Zelândia. De acordo com o presidente da Fetaesc, JOSÉ VALTER DRESCH, a medida vai afetar diretamente 45 mil famílias catarinenses produtoras de leite. Ele lembrou que no final do ano passado houve a retirada de subsídios da energia elétrica por parte do ex-presidente MICHEL TEMER. Já no início desse ano uma proposição do governo catarinense acabou com os subsídios nos insumos agrícolas e por último, o governo federal abriu as fronteiras para a entrada de leite de outros países. DRESCH disse que são lamentáveis essas decisões e por isso a federação não pode se calar diante dessas mudanças.

Em vigor desde 2001, a taxa tinha o objetivo de proteger os pequenos, médios e grandes produtores brasileiros, garantindo preços estáveis da produção interna e preservando empregos no país. Segundo VALTER DRESCH, para trazer leite ao Brasil, a tarifa da União Europeia era de 14 vírgula oito por cento e da Nova Zelândia de três vírgula oito por cento. O presidente alertou os produtores que a facilidade da entrada de leite da União Europeia no Brasil vai impactar diretamente no preço do leite brasileiro. DRESCH comentou que a decisão além de ameaçar toda a cadeia produtiva, impacta em milhares de famílias agricultoras e traz prejuízos aos produtores e, em especial, à agricultura familiar brasileira.

O governo federal está errando o alvo e está errando feio nesse começo de gestão. A afirmação é do presidente da Fetaesc, VALTER DRESCH. Ele comentou que houve muita luta no sentido de fechar as fronteiras para a entrada de leite. Ele disse que os produtores menores serão os mais prejudicados com essas medidas. O presidente citou como exemplo a questão dos insumos agrícolas, onde no passado a taxação era zero por cento e com essa retirada de subsídios a tributação poderá chegar aos 17 por cento. DRESCH afirmou que as novas medidas vão afetar fortemente os agricultores familiares e isso vai gerar graves consequências na cadeia produtiva. Ele disse que essas alterações deverão afetar mais de um milhão de pessoas envolvidas no setor.

Os candidatos que hoje estão no poder mentiram durante suas campanhas eleitorais. A declaração é do presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Santa Catarina, VALTER DRESCH. Ele lembrou que durante as campanhas eleitorais as propostas eram de oportunizar as pessoas menos favorecidas, gerando emprego, renda e mais igualdade. DRESCH disse que, no entanto, as primeiras medidas tomadas nas gestões não condizem com os discursos. Ele comentou que as decisões estão penalizando o setor produtivo, que contribui com o desenvolvimento econômico do país e de Santa Catarina. O presidente disse que a Fetaesc vai continuar mobilizada para reverter essa situação. Ele explicou que a federação vai manter contato com os parlamentares catarinenses para cobrar uma postura. DRESCH disse que espera respeito caso contrario a federação irá partir para outros caminhos.

O preço do leite vem trazendo sérios problemas aos produtores nos últimos anos porque os governos nunca apresentaram uma política clara para o setor. VALTER DRESCH citou que o leite que vai chegar ao Brasil vem de países onde os governos subsidiam fortemente o setor, diferente do Brasil, onde os governantes parecem ser contra os produtores. O presidente disse que a Fetaesc é favorável ao discurso de moralidade, porém é contrária aos que faltam com a verdade. VALTER DRESCH disse que espera apoio dos prefeitos, deputados, senadores e demais lideranças para que juntos possam lutar pelo causa da maioria. A decisão do Ministério da Economia de retirar a tarifa antidumping, foi publicada na última quarta-feira no Diário Oficial da União.

A edição do último sábado do Novo Peperi Rádio Repórter contou com a presença do prefeito de São Miguel do Oeste, WILSON TREVISAN. Durante cerca de 30 minutos ele comentou sobre a sua ida até a Câmara de Vereadores na última semana e sobre os projetos protocolados na casa. Entre os projetos de maior destaque está o que estabelece horário livre ao comércio do município. TREVISAN explicou que a Administração tirou a burocracia existente nesse quesito. De acordo com o prefeito, atualmente, quem quisesse trabalhar em horário diferenciado teria que ir até a prefeitura, protocolar um requerimento e pagar uma taxa. Ele disse que isso foi retirado e a partir da aprovação dos vereadores, o horário ficará livre para negociações entre patrões e empregados. TREVISAN citou que as maiores cidades polos trabalham dessa forma e se o município quer se tornar referencia na região, essa alteração na legislação é de extrema necessidade.

Outro projeto protocolado por TREVISAN na última semana foi sobre o consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas. Ele lembrou que já havia uma lei nesse sentido, porém, a mesma não estabelecia multa. O prefeito comentou que o projeto foi readequado e foi encaminhado novamente para análise dos vereadores. TREVISAN lembrou que entre as alterações está um convênio com a Polícia Militar. O objetivo das alterações feitas é que de fato a lei possa ser executada. Ele disse que também irá conversar com o Ministério Público para que no futuro essa lei não seja alvo de questionamentos.

Na próxima quinta-feira, véspera de feriado em São Miguel do Oeste, será realizado o seminário “SÃO MIGUEL MAIS 25”. O evento está previsto para as 16 horas e será realizado no auditório do Sicoob. Conforme o prefeito WILSON TREVISAN são esperadas nesse dia cerca de 120 pessoas. Ele comentou que a prefeitura está trabalhando com as entidades diversas a fim de que todas estejam presentes na programação. TREVISAN disse que espera a participação da população neste dia. Ele comentou que não adianta ficar apenas criticando nas redes sociais. O prefeito espera que a população contribua com sugestões para o melhoramento do município em um todo. Ele disse que serão escolhidas 10 estratégias, as quais serão trabalhadas nos próximos dois anos de mandato.

O prefeito de São Miguel do Oeste, WILSON TREVISAN, reforçou o convite para a Audiência Pública sobre as vias de mão única do município. O evento está marcado para a noite de 28 de fevereiro, uma quinta-feira. O momento de debate terá inicio às 19 horas e será realizado no auditório do Colégio La Salle Peperi. TREVISAN lembrou que um estudo técnico foi realizado o qual apontou que as mudanças no transito da cidade deram certo. Ele disse que agora irá ouvir a opinião da população em um todo para definir se as mãos únicas continuam ou não em São Miguel do Oeste. Ele adiantou que será um momento rápido, onde serão ouvidas 10 pessoas favoráveis e 10 contrárias ao modelo implantado. O prefeito explicou que após esse momento, será votado a permanência ou não das vias de mão única na cidade.

Se as vias de mão única forem mantidas haverá melhorias em alguns pontos. A afirmação é do prefeito WILSON TREVISAN. Uma das alterações será no cruzamento com a Marcílio Dias, na qual os motoristas poderão contornar na Rua Itaberaba. Outro ponto a ser alterado será a conclusão da via de mão única por mais algumas quadras. O prefeito comentou que caso o modelo seja reprovado, as vias voltarão a ter fluxo nos dois sentidos em no máximo 30 dias. Questionado sobre o rotativo, TREVISAN disse que no segundo semestre desse ano será feita uma Audiência Pública para a revisão do novo modelo de estacionamento. Ele não descartou a possibilidade de ampliação da chamada “Zona Azul”.

Mais de 80 por cento da população aprova as medidas adotadas pelo governo municipal. O comentário é do prefeito WILSON TREVISAN. Ele disse que o dado foi revelado após uma pesquisa interna da prefeitura. Ele disse que nos últimos dois anos, a municipalidade já investiu cerca de 25 milhões de reais em ações. TREVISAN afirmou que esse montante investido só foi possível devido ao modo de gestão adotado por ele e pela equipe de governo.

O prefeito adiantou ainda que irá mandar ao longo desse ano um projeto para a Câmara de Vereadores que visa alterar a ordem dos nomes das creches do município. Ele quer que o nome do bairro venha em primeiro lugar. Segundo TREVISAN, o objetivo dessa alteração é facilitar o entendimento da população sobre as unidades escolares. Outro ponto que o prefeito pretende alterar é com relação ao nome de ruas. Ele disse que a intenção é não colocar mais nomes de pessoas nas vias públicas, mas sim números. TREVISAN disse que vai ouvir a população sobre o tema e caso houve aceitação irá encaminhar um projeto para os vereadores nesse sentido.

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu neste domingo, mercadoria sem procedência. A ocorrência foi registrada em Dionísio Cerqueira. Ao vistoriar um Logan de Belo Horizonte, os policiais constataram que ele estava carregado com aproximadamente três mil e 600 unidades de desodorante, provenientes da Argentina. O proprietário identificado como VALDEMAR DA SILVA não tinha comprovação de introdução regular da mercadoria, no país, sendo constatada ocorrência de descaminho. O automóvel, assim como a mercadoria e o condutor foram encaminhados para a Receita Federal de Dionísio Cerqueira.

Uma briga entre pai e filho resultou na prisão de ambos. O fato foi na madrugada de hoje no bairro PeperiGuaçu em Dionísio Cerqueira. De acordo com a Polícia Militar, os dois teriam passado o dia juntos consumindo bebidas alcoólicas. Ao chegar à residência do avô, pai e filho entraram em vias de fato trocando socos, chutes e empurrões. Dois cabos de vassoura foram usados nas agressões. Um veículo que estava nas proximidades foi danificado. Com o barulho da briga, o avô que dormia na residência acordou e tentou separar os dois, porém sem sucesso. Após a chegada da guarnição os envolvidos foram encaminhados à delegacia. Ambos apresentavam lesões e pelo fato de o menor estar embriagado foi acionado o conselho tutelar.

Uma colisão entre um caminhão e uma motocicleta acabou tirando a vida de um jovem. O acidente foi na noite de ontem na BR-158, em Cunha Porã. Foi uma colisão traseira entre uma Scania e uma CB300 de Mondaí. JONATHAN RONALDO ZEILINGER de 22 anos foi encontrado pelos bombeiros de Cunha Porã deitado, já sem os sinais vitais, com vários ferimentos e fraturas pelo corpo. O jovem colidiu com a moto na traseira do caminhão e caiu sobre o asfalto. O motorista do caminhão inicialmente não teria percebido a colisão. A ocorrência também foi atendida pela Polícia Militar, Polícia Civil e pela Polícia Rodoviária Federal.

PROGRAMAS

Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.