21.11.2017 às 08:34h - atualizado em 21.11.2017 às 08:44h - Educação

Escola de Cristo Rei conquista 3º lugar no prêmio Ana Moreira de Educação

Joana Reichert

Por: Joana Reichert Iporã do Oeste - SC

Escola de Cristo Rei conquista 3º lugar no prêmio Ana Moreira de Educação

O evento de premiação foi realizado em Itajaí. Conforme a diretora da Escola de Educação Básica Cristo Rei, São João do Oeste, Andrea Hackenhaar, a premiação foi realizada em conjunto com o 1º Congresso Catarinense de Educação, que teve como lema “A educação transforma”.

Participaram da premiação a diretora Andrea e as professoras Daiane Formagini e Deisi Grandi. A diretora comenta que o 3º lugar representa o engajamento entre professores, funcionários, alunos e familiares na educação.

O projeto da escola de Cristo Rei passou por três etapas até chegar à classificação entre os três melhores do estado. A professora Daiane Formagini se inscreveu com o projeto, denominado “Eu, quem sou?”.

Esse projeto contemplou três etapas. A primeira foi à votação pela comunidade escolar local e regional. Os dez projetos mais votados foram classificados para a próxima fase, sendo que o projeto da escola de Cristo Rei conquistou o 2º lugar, como mais votado. Nesta segunda etapa os dez projetos mais votados foram avaliados por uma banca examinadora, e destes foram escolhidos os cinco melhores. A última etapa foi à apresentação dos projetos no congresso em Itajaí, levando em conta a interdisciplinaridade, inovação e impacto social.

A NSC, emissora de TV do estado, fará reportagens com as escolas vencedoras do prêmio, e para isso estará em São João do Oeste nos próximos dias.

Desses trabalhos apresentados em Itajaí também será elaborado um livro com lançamento previsto para março, quando as escolas vencedoras serão convidadas a participar novamente.

O projeto intitulado é trabalhado com os alunos do 1º ano do Ensino Médio Inovador, para que eles conheçam a sua história e das suas famílias. A pesquisa envolve também os pioneiros das comunidades e visitas a museus da região e a rota dos migrantes de Porto Novo e Porto Feliz.

Como resultado da pesquisa, os alunos constataram que os migrantes da região Extremo Oeste, em sua grande maioria, são oriundos do RS. Para encerrar a atividade é realizado o entardecer gaúcho, momento onde os alunos, familiares e comunidade em geral podem reviver sua história e tradição.

Foto: Congresso Catarinense de Educação

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.