12.05.2017 às 21:22h - atualizado em 13.05.2017 às 10:58h - Política

Temer faz balanço e diz que direitos não serão cortados

Marcos de Lima

Por: Marcos de Lima São Miguel do Oeste - SC

Temer faz balanço e diz que direitos não serão cortados

O presidente Michel Temer reuniu na manhã desta sexta-feira, 12, ministros e parlamentares para fazer o balanço de um ano de governo. Ele voltou a defender as reformas propostas e destacou que seu governo não toma medidas populistas, mas “está construindo pilares sólidos” para o futuro do país. Temer assumiu a presidência da República em 12 de maio de 2016, após o Senado Federal aceitar o impeachment de Dilma Rousseff.

Ele afirmou que encontrou o país com “um rombo milionário, recessão, desemprego e inflação galopante e juros alto” e sem diálogo com o Poder Executivo, mas sem fazer referência à ex-presidente Dilma. O presidente também destacou as “importantes reformas aprovadas”, como a PEC do Teto, que limita os gastos públicos em 20 anos.

Temer destacou também que nenhum direito do trabalhador será retirado com a reforma trabalhista e que a reforma da Previdência será o próximo desafio do governo. A reforma prevê mudanças na idade mínima da aposentadoria, além de outras medidas que estão sob a relatoria do deputado Arthur Maia.

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.