01.12.2017 às 15:57h - atualizado em 01.12.2017 às 15:58h - Saúde

Viva Bem - Sucesso no aleitamento materno exclusivo

Cristian Lösch

Por: Cristian Lösch São Miguel do Oeste - SC

Aleitamento Materno Exclusivo é quando a criança recebe somente leite materno, direto da mama ou ordenhado.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as crianças sejam alimentadas exclusivamente com leite materno nos primeiros seis meses de vida e que, a partir de então, a amamentação seja mantida por dois anos ou mais, juntamente com o uso de alimentos complementares adequados.

Com base em informações do Fundo das Nações Unidas pela Infância (Unicef), no Brasil 68% das crianças mamam na primeira hora de vida, menos de 50% das crianças são amamentadas exclusivamente até o sexto mês de vida, e a duração mediana do aleitamento materno exclusivo é de 54,1 dias. Apesar de termos avançado nos índices de aleitamento materno nos últimos anos, há muito ainda a se fazer.

As vantagens do aleitamento materno são múltiplas e já bastante reconhecidas, quer a curto, quer a longo prazo, existindo um consenso mundial de que a sua prática exclusiva é a melhor maneira de alimentar as crianças até os 6 meses de vida. Além da proteção contra doenças e alergias o aleitamento materno é um dos principais fatores que contribui para a redução de mortalidade infantil, sendo o método mais seguro e barato de alimentar o bebê.

Para ter sucesso na amamentação é indicado que ainda na sala de parto, na primeira hora de vida, aconteça a primeira ida ao seio materno. É nesse momento com o contato pele a pele, o toque suave do corpo do bebê sobre o da mãe e em especial sobre o peito, estimulam na mulher a liberação de um hormônio (ocitocina) começando assim a descida do leite. Também é primordial que a mulher e os familiares tenham confiança e conheçam as vantagens do aleitamento materno, bem como não ofertar bicos artificiais ou mamadeiras. E em momentos de dificuldade e insegurança no processo de amamentação procurar profissionais que possam auxiliar.

Num aleitamento materno com sucesso, verifica-se habitualmente uma boa transferência de leite entre a mãe e o bebê, obtendo um bom estado nutricional do bebê, aumento de peso de maneira adequada e um bom desenvolvimento psicomotor.

Ana Cristina Mucke – Enfermeira, especialista em Ginecologia e Obstetrícia do HRTGB, Coren - 000030136

- Matérias relacionadas:

> A dependência de duas drogas lícitas: álcool e cigarro

> Hospital Regional discute a Importância da Prevenção

> Reeducação alimentar controla a pressão arterial e evita o uso de medicamentos

> Diagnóstico precoce do câncer de mama permite alto índice de cura

> Doença Cardiovascular: Vida saudável ajuda a prevenir infartos

> Atividade física e alimentação adequada auxiliam a prevenir a obesidade

> Mudanças de hábitos diminuem a probabilidade e consequências do câncer de próstata

> Acompanhamento médico regular e vida saudável visam controlar o diabetes

> A importância da prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis

> Uso racional de medicamentos: os riscos da automedicação

Comentar pelo Facebook

AL Contabilidade
Advocacia Fávero
Fique por dentro das últimas novidades do Portal Peperi.